Viva a Bahia, viva o Brasil.
2 de julho de 2013 POR Jojo COMENTA AQUI!
Hoje de manhã, ainda deitada na cama, alcancei o celular na mesinha de cabeceira e fui dar aquela lida básica nos emaisl antes de acordar pra vida.Tô lá deletando os Peixe Urbano da vida, quando me deparo com um email da Refinery29 (portal de moda que eu gostcho muitcho e leio diariamente). No corpo do email uma matéria bacaninha com  looks fofos pra você curtir o 4 de julho de um jeito patriótico e fashion ao mesmo tempo. Quem quiser dar uma olhada, olha o link.

Mas aí, olha que coincidência legal, lembrei que hoje, hoje mesmo, é dia de comemorar a Independência da Bahia, meu estado natal. Pois é, pra quem não sabe, a Bahia demorou mais um pouquinho pra conseguir se libertar da condição de colônia portuguesa (e, antes que comecem as piadas, não foi por preguiça não!).

Aliás, vocês já repararam que a bandeira da Bahia e a dos Estados Unidos tem as mesmas cores? Pra quem não conhece a bandeira da Bahia, olha ela aqui:

Aí pronto, né? Com a inspiração azul/vermelho/branco logo pela manhã e a feliz coincidência de ser o dia da Independência da Bahia, o resultado não podia ser outro: da bandeira direto pro look.

Ah, a ideia era essa mesmo, né? Uma homenagem assim escancarada, porém com cara de look e não de fantasia. Só tive que adaptar as ideias gringas, feitas para o calorzinho do 4 de julho por lá, para o nosso 2 de julho no meio do inverno (se bem que lá em Salvador o clima deve estar mais pras roupitchas do verão americano do que pro inverno paulistano).

A calça parece preta, mas é veludo azul marinho. Confortável que é uma beleza e quentinha pro frio que tá hoje. Pra parte de cima, a solução foi uma blusinha branca básica, com uma camisa jeans por cima e um casaco mais pesado azul e vermelho pra garantir um look quentinho.

A essa altura do campeonato, vocês já me conhecem bem, né? Quem não imaginou que ía ter alguma coisinha que ía fugir totalmente do briefing nesse look? E claro que 80% de chance de ser um animal print, né? Pois bem, tá aí o oxford mais fofo da estação pra quebrar o clima.

Por hoje é isso, pessoal. Viva a Bahia! Viva os baianos! Viva nós brasileiros que estamos correndo atrás de mudar o que a gente quer no País! Beijo procês!

Créditos:

Calça: Zara
Blusa: TopShop
Camisa: C&A
Jaqueta: Ellus 2nd Floor
Sapato: Q-Guai
Lenço: À la Garçonne
Óculos: Zero UV

 

  • Anônimo

    Na verdade, a independência do Brasil só foi efetivada por causa da independência da Bahia, nos idos de 2 de julho de 1823. No Brasil, ela só ocorreria "pacificamente e poeticamente" às margens do Ipiranga no ano seguinte. Por aqui acontece hoje o desfile da imagem do caboclo, que representa a gente misturada da nossa terra e as lutas populares. Da Lapinha ao Campo Grande misturam-se grupos, etnias (partidos… enfim…) Eu mesma já desfilei na escola quando criança vestida com as cores da Bahia.
    Do hino do nosso estado extrai-se o trecho que comprova esse espírito lutador do baiano:
    Nasce o sol a 2 de julho
    Brilha mais que no primeiro
    É sinal que neste dia
    Até o sol é brasileiro

  • Jo, ainda tem essa camisa jeans na CeA? To doidinha atras desse modelo com lavagem clara e tecido molinho, mas nao encontro 🙁 bjs

  • Casaco lindão!

  • Vale lembrar que essa jaqueta também fez parte do seu primeiro look aqui no blog neh!
    Viva a Bahia sim! Também sou baiana com muito orgulho 😀
    Beijo Joanna!

  • Adoro ler o seu blog e fiquei contente em saber que também é baiana. Sempre leio, nunca comento, mas hoje fiquei com vontade de te trazer um pouquinho do que eu sei sobre a história linda do nosso 2 de julho, pois sua informação sobre a nossa "preguicinha" ficou meio equivocada: No dia 7 de setembro de 1822, D. Pedro resolveu da própria cabeça, sem nenhum tipo de levante, proclamar a independência do Brasil para escapar de Napoleão Bonaparte e não voltar para Portugal, onde seria apenas mais um. Apesar de ter proclamado no papel, as coisas continuaram as mesmas. Portugal vinha buscar as nossas riquezas e eramos obrigados a enviar. Até que os baianos se organizaram em um levante e combateram (com guerras, mortes e afins) o exercito Português. Ficamos finalmente livres de mandar tudo o que tínhamos para Portugal e Fim. A importância do 2 de julho para a Independência do Brasil é tão grande, que se não houvesse o 2 de julho ainda seríamos colônia portuguesa. Tudo bem resumidinho para você dividir certinho com as outras leitoras 🙂

  • Meu marido além de Baiano, comemora o aniversário nessa data!! Ele é o meu sol!!!

  • Anônimo

    Algumas pessos deveriam ler melhor os textos e não ficar ensinando o padre a rezar missa. O google tá ai pra gente perguntar e esclarecer dúvidas quando quiser. No mais o blog é seu, o 02 de julho é seu, a Bahia é sua e vc escreve como quiser rsrsrs…

    Aliás adoro e passo por aqui todos os dias pra ver seus looks, seu alto astral e curtir o que vc escreve, sem me preocupar com o seu português ou sua forma de contar histórias.

    Bjokas
    Mariana A.F.

  • Anônimo

    Me ensina a sumir com esses e-mails da minha caixa? O Groupon atormenta a minha vida! Beijo e tá linda!
    Ana.

  • Anônimo

    Tanto não foi preguiça que os protestos para independência começaram na Bahia!!!!!!

  • Anônimo

    Que Lindo seu esmalte, qual é