Desperate housewives
4 de maio de 2014 POR Jojo COMENTA AQUI!
Hoje, quem entrou no @mourajo no Instagram viu essa foto aqui:

Pois é. Hoje foi dia de Maria. Dia de ir fazer compras na quitanda, ver as flores, escolher as verduras, pedir carne pro açougueiro. Essas coisas todas que, quando a gente faz, cai a ficha de que a gente já é gente grande. Quando o moço do açougue perguntou pra quantos pessoas era o rosbife e a gente entrou numa discussão sobre quantas gramas de carne por pessoa, comecei a rir. E aí ele falou: “Dona,  com açafrão fica ótimo.” Cês acham que eu sou bocó, né? Mas achei fofo.

E eu sei que, como eu ía receber 8 pessoas pra almoçar aqui em casa, incorporar um pouco das desperate housewives ia ser divertido demais. Preparei entrada, prato principal e sobremesa. Olhei livro de receita e, no decorrer do processo, sujei a cozinha inteira. E até avental eu coloquei, mas o look aqui no blog não precisa disso, né? Só preciso dizer que a inspiração foi mesmo uma dona de casa dos anos 60, só que contemporânea (aquela que faz a comida e deixa os pratos pro boy lavar). Assim ó:

Saia de vó. Afinal de contas, a inspiração é vintage. Achei ela perfeita pra um almoção de sábado em casa. O comprimento dela é vintage, a estampa é vintage. Pelamordedeus. Não tinha saia melhor.

E, como sa última vez, a ideia era deixá-la um pouco mais contemporânea (afinal de contas, se ficasse muito vintage, era capaz do boy não se dar conta de que ele é quem tinha que lavar os pratos – mulher vintage pero no mucho). Daí entrou a blusa ultra podrinha, quase transparente, branquinha, a minha mais nova xodó de looks “tô-nem-aí” da vida. Taco ela com qualquer coisa e parece que o look fica modernoso. Essa é a verdade. Ó:

Ah. Daí tem o outro elemento que confere personalidade automática aos looks: cinto de cowboy. Como eu não adquiri isso antes? Basta incluir o cinto cowboy num look aparentemente nada a ver que fica bom. Modernidade automática. Sábios cowboys.

Por fim, inclui a carteira mais gata de todos os tempos. O presente de aniversário mais rico de toda a eternidade: a minha carteira Kate Spade (só podia ser presente mesmo porque não tenho poder aquisitivo pra essas marcas coisas chiques). E ela ainda por cima é preta e creme. Melhor combinação de cores de todas. Vai com absolutamente tudo.

Na verdade, verdadeira, nem precisava de carteira porque fiz o almoço em casa. Mas achei que o look tava tão vintage e chique que merecia um adereço. Pronto. É isso. E nada mais metido do que fica chique dentro de casa, né? Hihihi

Bom finde, gente!

Créditos:

Saia: B.Luxo
Blusa: Topshop
Cinto: B.Luxo
Sandália: Arezzo
Bolsa: Kate Spade
Pulseira: Accessorize
Óculos: Prada
Batom: Ruby Woo da MAC

  • Ana Carolina

    Jo,
    E os créditos do cardápio? Agora to curiosa para saber o que vc serviu!
    Bjs

  • Oi Jojo, (veja a intimidade da moça)

    Adoro seus posts, não perco um capítulo,heheh… Leio o post inteirinho e muitas vezes quando vou escolher um look pra sair, sempre me vem na cabeça uma história para cada look, como você faz, hehe…
    Desculpe se não deixo comentários, mas é que não gosto muito de escrever, eu até tentei ser blogueira, mas acho que não é pra mim, gosto mesmo é de me inspirar e não ser inspirada, kkkk…
    Mas tenha certeza que a cada post novo, eu estarei aqui bisbilhotando, pra variar… Beijinho e sucesso!!!

  • Olá, somos alunas do curso de Negócios da Moda da Universidade Anhembi Morumbi. Estamos realizando um projeto sobre mídias sociais e sustentabilidade, onde nosso objeto de estudo escolhido foi o blog Um Ano Sem Zara.
    Gostaríamos de pedir a vocês que nos ajudem respondendo o questionário abaixo, por gentiliza.
    Agradecemos sua participação!
    http://zip.net/bpm90C

  • Adorei, Jojo! Preciso mesmo buscar inspiração para quando for preparar encontros assim em casa… Sempre fico meio perdida… 🙂 bj bj

  • gaaaata, magérrima!