C de compras: o último C da viagem :-(
16 de julho de 2014 POR Jojo COMENTA AQUI!
O último post da viagem é aquele que a gente fica postergando eternamente só pra sentir, pelo menos um pouquinho, o gostinho das férias. Infelizmente, por mais que a gente tente adiar, uma hora chega a hora de se desapegar. Então, aqui vai o post do nosso terceiro “C” das minhas mini férias: o C das compras.

Hoje eu vou fazer o inverso. Nos outros C’s eu falei de look e depois falei dos temas referentes a cada “C”. Hoje vamos começar falando das compras e depois a gente fala de look.
Direto ao ponto, e bem didático:
GRANDES REDES:
Nem preciso falar que Barcelona tem aquelas redes todas que a gente adora: H&M, Zara, Sephora. Enfim, é uma cidade bem farta de oferta dessas grandonas e isso não é novidade.
MINHA DICA: preste atenção às épocas do ano que visita a cidade. Eu cheguei e dois dias depois todas as redes estavam em liqui. E deixa eu te contar, liqui lá é levada à serio. Nada de descontinho de 10% (que deveria ser desconto de pagamento à vista em qualquer época do ano). As “rebajas”, como eles chamam, são de 50% pra cima.TESOUROS ESCONDIDOS:
Nada como aproveitar uma viagem para descobrir lojinhas diferentes e garimpar peças que ninguém por aqui vai estar usando. Eu dei sorte porque o bairro no qual me hospedei tinha um monte de lojas super charmosas bem na porta de casa. Mas, mesmo se os tesouros estiverem mais distantes, vale procurar por eles.
EU INDICO:

D-lirio: lojinha super gracinha no Born. Vende uma seleção bem especial de bijus, sapatos, bolsas e roupas. Ela é pequenininha, mas a curadoria de peças de designers locais é de babar. Eu recomendo prestar atenção especialmente nas bijus (que são lindas e com precinho ótimo – a foto aqui embaixo é da pulseira e dos dois anéis que eu comprei lá) e nos sapatos da marca Eva vs Maria (um tiquinho caros, mas com qualidade e design que fazem valer o preço – são, sinceramente, os sapatos mais lindos que eu ví nos últimos tempos).

 

(como não se apaixonar perdidamente?)

Le Swing: brechó charmosérrimo, também no Born, com uma curadoria excelente de peças sem marca e outras super grifadas (tem Chanel, YSL, Dior e etc e tal) tudo com preços razoáveis. Peças, sem dúvida atemporais e que, já duraram e ainda vão durar uma vida.

Coquette: chique, discreta e despretensiosa. A Coquette tem uma seleção de peças impecável de vários designers da região. Mas você entra na loja e nem percebe que são designers diferentes que fizeram cada uma das araras. A loja tem unidade e personalidade, coisa difícil pras multimarcas. De novo, peças atemporais e com muita qualidade.

PASSADA OBRIGATÓRIA:
Eu já falei da COS, mas vou repetir porque amo mesmo. Depois da minha primeira visita super corrida, voltei lá com mais calma e…surprise! Tava tudo em liqui. Por conta dos preços camaradas, qualidade das peças e design atemporal (eita, acho que essa vai ser a palavra do post), foi lá que concentrei as minhas compras da viagem. Ao longo das próximas semanas eu vou mostrando as minhas escolhas. Mas vale super a pena e, pra mim, é parada obrigatória.

Ah! E aproveite a visita à COS pra dar uma passeada pelo Passeig de Gracia. A rua é, historicamente, a mais chique de Barcelona (é ela que abriga duas das obras mais emblemáticas do Gaudí: a Casa Batló e a Casa Milá, mais conhecida como La Pedrera). Vale dar um passeio por lá só pra namorar as vitrines das marcas poderosas, mas comprar não foi pra mim não.

Bem, agora que já falamos sobre esse tantão de lugar pra gastar, vamo ver como dá pra usar.

Como eu comecei um trabalho novo essa semana, tô numa empolgação pura pra montar looks com cara de trabalho. Mas preciso confessar que, no primeiro dia, eu acordei de manhã ainda achando que ainda tava no calor espanhol e que dava pra botar as pernocas de fora. O look ficou maneiro, mas passei o dia com frio. De qualquer forma, achei que valia dividir com vocês, especialmente pela presença dos itens novos, adquiridos durante a viagem. Vamos a ele:

O casaco com trançados geométricos foi quem guiou o resto do look. Achei ele dando sopa largado numa arara da liquidação da Zara por 29 euros. Achei que valia por conta daquela palavrinha que a gente tanto falou hoje: atemporalidade. Ele tem uma estampa que não é nem séria demais, nem fun demais e mistura cores mais neutras com um toque de amarelo pra dar uma alegrada sem ser excessivo.O casaco puxou a saia rendada. Achei a maior coincidência do mundo os detalhes do casaco serem da mesma cor dessa saia e, sem medo de parecer óbvia, resolvi combinar os dois. E não ficou mesmo óbvio. Principalmente porque a saia vai bem pros lados do romantismo e o casaco vai pro lado da racionalidade. Estilos diferentes combinados por uma única cor.

Último item novo do look, o sapato é meio open boot, meio peeptoe e branco. Achei lindo, prático e branco. Super difícil encontrar sapato branco bacana e que não pareça sapato de noiva, mas quando você acha aquele que faz o coração bater mais forte, a minha dica é: invista nele. Se ele tiver uma precinho camarada de liqui da Europa, melhor ainda.
Por fim, queria pedir desculpas pela inconstância dos posts durante esses últimos dias. O trabalho novo exigiu uma certa adaptação da rotina de fotografar e postar (e ir pra academia, e fazer yoga, e pegar o bus, enfim, trabalho novo mexe com tudo). Mas agora já tá tudo mais acertado e entrando nos eixos.Amanhã tem mais.

Créditos:

Casaco: Zara
Camiseta: COS
Saia: Zara
Sapato: Zara

  • Anônimo

    Oi!!! adorei as dicas de compras. Estou indo pra Barcelona daqui uns dias. Tá tudo anotado, rsrs.
    E quanto as farmácias?? Tem alguma tipo as americanas, com mil e um produtos de beleza??
    Bjs!!!

  • Ana

    Joooo,
    Pra onde vc foi??
    Amava a DPZ por sua causa!!