Uma lua de mel azul (e os meus top 10 motivos pra você embarcar pra Fernando de Noronha agorinha)
24 de março de 2015 POR Jojo COMENTA AQUI!
O casório rendeu tanto assunto aqui no blog que só agora eu consegui achar um tempinho pra falar com calma sobre a lua de mel.Vou começar confessando que o meu destino dos sonhos pra nossa lua de mel não era Fernando de Noronha. Aliás, Noronha não tava nem nos top 5 destinos.

A verdade é que eu sempre sonhei em ir passar a lua de mel passeando pela costa da Itália. Pra mim, lua de mel tem que romântica e, na minha cabeça, nada poderia ser mais romântico do pegar um carro e ficar quicando de uma vila pra outra, apreciando aquelas vistas lindas das vielas debruçadas no mar, comendo bem, tomando sol e bebendo um vinhozinho sem compromisso nenhum.

Tudo lindo, tudo combinado. Até que fomos reservar a data pro casamento e a única disponível no primeiro semestre todo era em fevereiro, senão, só em agosto. Eu não sou dessas de esperar um ano se passar entre pedido e festa. Se pudesse, tinha feito a festa no dia seguinte do pedido, de tanta ansiedade que eu fico. Resultado: fechamos a data de fevereiro sem pestanejar.

Na verdade, achei bem bom ser em fevereiro. A gente queria casar na praia e, já que é na praia, melhor que seja no verão. E foi aí que a Itália foi pro brejo. Verão aqui, inverno lá. E eu não ia pra costa da Itália pra pegar frio nem pra pegar chuva.

Volte 5 casas e comece a pesquisa de lua de mel do zero. Bem, já que tem que pensar em tudo outra vez, vamos estabelecer todos os pré-requisitos:

– tem que ser lindo;
– tem que ter praia;
– tem que estar calor;
– tem que ser um lugar onde a gente nunca foi;
– a viagem tem que durar, no máximo, 10 dias (o namo tinha que voltar pro trabalho);
– não pode ser muuuuuito longe pra gente não perder tempo demais indo e voltando e não ter tempo suficiente lá pra aproveitar.

Conversamos com um monte de gente que já tinha casado pra pegar ideias de lugares e muita gente falou pra gente ir pra algum lugar no Caribe: logo ali, tem vôo direto de São Paulo, as praias são lindas, os resorts são ótimos. Realmente, parecia um lugar que preenchia todo o nosso checklist. E, nessa, começamos a procurar passagem e hotel, mas, confesso que lá no fundo, não tava muito emocionada com a ideia não.

Eis que, no meio da busca de passagens com milhas (depois de pagar o casamento, qualquer economia é bem vindo, né não?), sabe aquele box que abre quando você vai escolher o destino e aparece todos os nomes das cidades pras quais a companhia aérea voa? E aí eu vou olhando cada uma e paro em Fernando de Noronha. Clico. Pronto. Dia 02 de março aterrissamos no paraíso.

Bem, se o nosso casamento foi num dia branco, a lua de mel, com certeza foi uma semana azul. Uma semana de céu, mar e um contato tão deslumbrante com a natureza que não dá nem pra explicar.

Por isso, resolvi fazer o meu top 10 motivos pra você ir pra Fernando de Noronha na sua próxima viagem (nem precisa ser de lua de mel não, mas, se for, prometo que você não vai se arrepender). Vamos a eles:

Motivo 1: fica no Brasil
Você não precisa pegar 24 horas de vôo! O paraíso fica logo ali e não deve nada em termos de beleza pra lugar nenhum no mundo. A maneira mais fácil de chegar é pegando saindo de Recife, que dá mais ou menos uma hora de vôo (a Gol e a Azul operam o trecho e tem vôos diários). O fato de ser aqui do lado também ajuda no orçamento. Os vôos pra lá já foram bem mais caros (e em alta estação ainda são), mas basta pesquisar direitinho, ficar atento às promoções ou marcar a sua viagem para um período de mais baixa temporada que dá pra encontrar passagens a preços bem acessíveis. Além disso, nada melhor do que estimular o turismo em solo nacional, certo?

Motivo 2: a praia mais bonita do mundo
A praia na Baía do Sancho foi eleita, pelo TripAdvisor, a praia mais bonita desse planeta que habitamos. Sim, do planetinha inteiro. Ela é realmente uma coisa deslumbrante. O mais legal é que dá pra você conhecer o Sancho de vários ângulos: de cima (no mirante que fica lá em cima das falésias – ótima opção pra assistir ao pôr do sol), de baixo (lá da areia, basta descer a trilha que começa lá no mirante – é íngrime mas vale a pena) e do mar (nos inúmeros passeios de barco que você pode contratar lá na ilha mesmo). Eu recomendo que você aproveite e a estadia e veja de todos!

Motivo 3: todas as outras praias
Das 25 praias mais bonitas do Brasil, 4 estão em Noronha (Sancho, Sueste, Conceição e Baía dos Porcos). E olha que o Brasil tem cada praia que vou te contar. Só essas 4 já valem a viagem. Mas a verdade é que cada faixa de areia em Noronha vale um suspiro de felicidade. O mais legal é como cada uma é muito diferente da outra: a vida marinha é diferente, as formações de pedra, a força do mar, até a areia muda de uma praia pra outra.

Motivo 4: a vida marinha
A gente é super apaixonado por mergulho de cilindro. Antes de ir pra Tailândia, a gente fez o curso (lá em Ilhabela) e se apaixonou. E todo lugar que a gente vai e que tem mar, a gente aproveita pra mergulhar. E dois anos depois, a gente já conseguiu mergulhar em vários lugares legais e viu bastante coisa diferente. Mas nada se compara a mergulhar em Noronha. Sério. Golfinhos, tartarugas, tubarões, arraias, passando do seu lado como se fosse a coisa mais natural do mundo. Como a ilha inteira é um parque ambiental super protegido e a pesca é hiper regulamentada, os bichos simplesmente não tem medo. Convivem com as pessoas em plena harmonia. Um troço que dá gosto de ver e faz a gente se perguntar por que o mundo inteiro não é assim.

Mas, se você não mergulha de cilindro, não se preocupe. A vida marinha é tão abundante e tão sem vergonha que basta botar um snorkel e enfiar a cabeça embaixo d’água pra dar de cara com lagostas, tartarugas e tubarões. Eu recomendo contratar um guia e passar um dia com ele. Esses caras fazem isso há anos e conhecem exatamente os pontos onde é mais fácil ver os bichinhos. Ele literalmente entra na água com você, te pega pelo braço e vai direcionando o seu olhar pra conseguir ver tudo.

Outra opção é o acquasub (ou planasub), um passeio oferecido na ilha, em que você segura uma pranchinha que é rebocada por um barco. Um jeito fácil e super gostoso de passear apreciando a vida marinha.

Motivo 5: o açai com cupuaçu do Mundo Verde
Não dá pra explicar, só sentir. Comi absolutamente todos os dias. E, no último dia, fiquei sem almoçar porque queria guardar estômago pra poder comer a tigela grande.

Motivo 6: a comida em geral
Apesar de ser um lugar super rústico, Noronha oferece vários restaurantes sensacionais. Comida boa mesmo e pra todos os bolsos. Os meus destaques são:

– Delícias da Ná: super simples, mas comida maravilhosa. Recomendo o peixe com molho de camarão.

– Varanda: super gostoso e aconchegante. Recomendo sentar na varanda e pedir os furtos do mar gratinados. Sensacional!

– O Pico: melhor ceviche que eu já comi, sem comparação. De quebra, o restaurante ainda é todo decorado com obras do J.Borges. Lindo de viver.

– Beijupira: serviço meio lento, mas o ambiente compensa. Simplesmente perfeito pra um jantar romântico.

– Mergulhão: ponto ótimo pra assistir ao pôr do sol. Ambiente super gostoso com cara de lounge a beira mar. O bolhinho de abóbora é maravilhoso.

Motivo 7: o pôr do sol
Uma vez em Fernando de Noronha, se programe pra ver o pôr do sol, cada dia, num lugar diferente. Todos, com certeza, vão ser inesquecíveis. Eu recomendo:

– Praia do Bode (o sol se põe exatamente no meio dos dois morros da baía dos Porcos)
– Bar do Cachorro (caipirinha e música ao vivo)
– Air France (sentar na grama apreciar a vista sem mais ninguém ao seu redor)
– Mirante do Sancho (fotos incríveis)
– Praia da Conceição (clima delícia, praia pra passar o dia todo e ainda emendar no pôr do sol)

Motivo 8: a lua
Nem sempre dá pra conciliar, mas, se der, tente estar em Noronha num período de lua cheia. Ver a lua nascer no horizonte no meio do mar é uma das coisas mais lindas que eu já ví na vida. Fora isso, o céu à noite é daqueles de cair o queixo de tanta estrela.

Motivo 9: praticamente não existe internet
Tem, mas é raro e, quando você encontra, é muuuuuuuito lenta.Acho que esse talvez tenha sido o melhor presente de casamento que Noronha nos deu. A blogueira aqui teve que deixar de lado seu laptop e seu smartphone e pôde se concentrar inteiramente em aproveitar uma semana do lado do marido. Sem posts, sem excessos no Instagram, nem no whatsapp. Só amor.

Motivo 10: a energia
A gente tava falando na semana passada sobre repetir. E eu falei que adoro repetir. Roupa, música, filmes, comidas. Mas confesso que sou dessas que não costuma fazer viagens repetidas. A verdade é que eu amo tanto viajar e tem tantos lugares que quero conhecer (e pouco din din pra conseguir fazer tudo) que acredito que o próximo destino deve ser sempre um que eu ainda não explorei. Mas Noronha é um lugar com uma energia tão especial que contraria qualquer regra. É um lugar pra recarregar. Desses que, se eu pudesse, voltava todo ano só pra me encher de energia boa de novo, e de novo, e de novo.

Pronto! Já tá pesquisando passagem? Então, só pra terminar, e te ajudar com a sua viagem, aqui vão algusn pontos de atenção.

Taxa de permanência:
A ilha cobra uma taxa de preservação ambiental por cada dia que você vai ficar por lá. Custa R$51,40 e deve ser paga no aeroporto, no momento do desembarque na ilha.

Caixas eletrônicos:
É bom ter din din em espécie porque muitos lugares dão desconto pra pagamento em dinheiro. Se você esqueceu de tirar antes de embarcar pra lá, aproveite o caixa eletrônico do aeroporto, é o único que você vai encontrar na ilha toda.

Bugres:
O jeito mais fácil de se locomover pela ilha é alugando um bugre. Mas fique de olho, tem muita gente que aluga bugres velhos e sem manutenção, e que acabam quebrando no meio da rua. Vale pedir uma recomendação de alguém mais sério na pousada pra não ficar na mão.

Agora foi! Pode embarcar! Eu me voluntario pra ir na mala.

Ah! Todas as fotos desse post, saíram diretamente do meu Insta (@mourajo). Apesar da pouca conexão, eu consegui postar pelo menos uma foto por dia. Quem ainda não segue, pode ir me achar lá e tratar de clicar no “Follow” rapidinho que a Jojo agradece!

 

  • Joana, primeiramente, quero te parabenizar pelo seu casamento. Que Deus ilumine vcs com muito amor e momentos maravilhosos nessa união. Esse ano faço 15 anos de casada e meu marido sempre sonhou em conhecer Noronha. Por algum motivo (que eu realmente desconheço!), sempre decidia por outros destinos nas nossas viagens. Esse ano, por ser um ano especial, estava inclinada a ir pra lá. Quando me deparo com as suas fotos no instagram… Pronto. Decidido. Comprei as passagens no mesmo dia. Em setembro vou com o maridão para este paraíso. E você,sem saber, com as suas fotos maravilhosas me impulsionou à essa decisão. Confesso que a única coisa que me deixa apreensiva é o lance da internet – não vou conseguir fazer "facetime" com os meus 3 filhos ���� Enfim, vou sobreviver…e eles também!! Muito obrigada pelas dicas. Agora estou olhando pousadas. Vc ficou hospedada em qual? Tem alguma boa indicação? ��

  • Anônimo

    INDIQUE A POUSADA JO??? POR FAVOR

  • Anônimo

    Noronha é mesmo o maximo! Isto porque vc nao foi no periodo onde o mar de dentro (Sancho, Boldro, Conceição, Cacimba, Baia dos Porcos…) vira uma piscina! Em setembro o mar de dentro chega a ter 40 metros de visibilidade debaixo d'agua. 🙂 Legal tambem lembrar que o sol se poe em lugares diferentes de acordo com a época do ano. Noronha é um destino obrigatorio para todos os que amam o mar, vida marinha , o sol, o silencio, boa comida…

  • Janaina

    Excelente post!! Sonho em ir para Noronha!!!! Ameiii!!!

  • Mayara Franca

    Que lua-de-mel incrível, e se você não passava em Noronha, eu sempre pensei, sempre. Mesmo sem nem saber se irei me casar um dia, é um lugar que sempre tive uma intuição muito boa que deveria conhecer. Agora, mais ainda.
    Mesmo sem casar, irei, hahaha.

    Maravilhoso! e guardarei esse post pra quando eu for.
    Beijão Jojo querida!

  • Esqueceu da taxa da marinha pra entrar nas praias, Jo! Ano passado, acho que paguei R$ 110 a semana… Beijos!

  • Ei Jo! Parabéns pelo casório e pelo post!
    Estamos com passagens compradas para passar a lua de mel em Noronha também, e agora estamos na saga em busca de uma pousada boa e barata, pois os gastos com o casório você sabe como é né… Então, será que você pode ajuda a gente indicando onde vocês se hospedaram?
    Beijos

  • Jojo quero ir pra lá mas queria indicação de pousada…