Mulheres incríveis das séries. Dia 01: Olivia Pope
7 de março de 2016 POR Jojo COMENTA AQUI!

Como vocês sabem, amanhã é Dia da Mulher. E, como a gente bem gosta de falar sobre feminismo por aqui, resolvi transformar o Dia da Mulher em Semana da Mulher aqui no UASZ. Ou seja: vai rolar uma semana INTEIRINHA de posts dedicados ao tema.

Pra começar, no sábado, eu avisei que ia ter semana temática, né? Pois bem. Eu tava morrendo de saudade de fazer uma semana inspirada nos meus seriados preferidos. Entonces, resolvi unir o útil ao agradável e fazer uma semana inteirinha inspirada no figurino de algumas das personagens femininas mais poderosas das séries.

A verdade é que as séries tem se tornado um veículo poderoso pra gente. Mais e mais personagens femininas incríveis surgem a cada dia e servem, não só como exemplo pra todo mundo, mas também como geradoras de discussão e quebra de paradigmas.

Então, sem mais, vamos à nossa primeira homenageada da semana: Olivia Pope, de Scandal. Afinal, pense numa mulher poderosa.

OliviaPope

No entanto, antes de falar de Olivia, não tem como não falar de Shonda Rhimes, criadora da série e uma das autoras mais poderosas da TV atual. Eu amo a Shonda desde Grey’s Anatomy, mas quanto mais coisas eu vejo dela, mais amo. Pra começar, todas as séries são todas protagonizadas por mulheres. Duas delas (Scandal e How to get Away with Murder) tem protagonistas negras, extremamente cultas e em posição de poder, papéis raros de se ver em Hollywood, infelizmente (a gente inclusive falou disso nesse post aqui, lembram?).

Além da Shonda, a Kerry Washington, que interpreta Olivia na série, é uma mulher e tanto. A atriz, que também atuou em filmes como Ray e o Último Rei da Escócia, é parte de um movimento global pelo fim da violência doméstica contra as mulheres.

OliviaPope

Eu confesso, comecei a ver Scandal só esse ano (a série estreou em 2012), mas rapidamente me apaixonei pela história. Nela, Olivia é dona de uma empresa que lida com gerenciamento de crise em Washington (ou seja, passa o dia tentando resolver os pepinos de políticos da cidade). Em paralelo, ela vive um tórrido (e proibido) caso de amor com… não vou dar spoilers. Quem nunca viu, vale dar uma olhada aqui.

A verdade é que Olivia é a musa ideal pra essa nossa semana temática. Além de poderosíssima, ela é dona de um estilo absolutamente impecável. Dá só uma olhada no figurino dessa mulher, Brasil:

OliviaPope

Olivia é chique no último. Tem um estilo sério, porém feminino e praticamente só usa tons neutros. Poucos acessórios compõem seus looks, praticamente só bolsas (poderosíssimas, diga-se de passagem). Ou seja, pra tentar chegar perto de Dona Pope, tive que me puxar. Vamos ver o que cês acham do resultado.

OliviaPope

Saia: Zara, Capa: H&M, Sapatos: Guilhermina Shoes, Bolsa: Marc by Marc Jacobs

Olivia adora uma capa, então, aproveitei pra tirar a minha do armário. Como ela tem esse tom meio cru, achei que super ornou com a cartela de cores da Olivia.

Na parte de baixo, como a personagem não usa nada curto, optei por uma saia branca na altura do joelho.E finalizei com sapato de salto médio da mesma cor da capa e a minha bolsa mais rika de todas: a redondinha do Marc Jacobs.

OliviaPope

No rosto, maquiagem bem discreta, do jeitinho que a Olivia gosta. E cabelo penteado de lado, também do jeito que ela usa.

OliviaPope

Primeira musa inspiradora da semana: check!

Podem se preparar quem vem uma mulherada incrível por aí. Eu já escolhi algumas, mas ainda tô em dúvida de outras. Alguém se aventura a dar sugestões?

  • Ariane Portugal

    Na hora que vi a foto, pensei: Olivia Pope! amoooooo essa série espero ver a Analise também rs

    • Jojo

      Também adoro as duas!!!!

  • Bianca

    Jô, leio seu blog há muito tempo, desde o comecinho, mas essa foi a primeira vez que eu decidi que tinha – tinha – que comentar. Nada parece mais feminista do que Scandal. Além de ter uma mulher protagonista, a Olivia Pope é uma mulher negra e empoderada. Mas me incomoda muito como a gente acaba cristalizando essa personagem como modelo a ser seguido, como um símbolo feminista. E aqui vêm vários spoilers, mas eles são necessários pra apresentar meu ponto. Bom, primeiro, ela não é só empoderada, mas poderosa no sentido ruim do termo – tanto que ela manda torturar pessoas e chega ao ponto de fraudar uma eleição presidencial. Se não bastasse isso, ela ainda frauda uma eleição presidencial em defesa de um candidato republicano que, por mais tonto que seja retratado na série, não tem exatamente as pautas mais progressistas. É ótimo que a gente esteja vendo personagens mulheres e negras como protagonistas das séries – isso é muito necessário e espero que aconteça cada vez mais. Mas fico com um pé atrás com Scandal na medida em que a gente “torce” por ela ou se identifica com a personagem como um ideal independentemente do que ela faça ou que a gente (junto com os roteiristas da série) desenvolva razões para justificar os atos dela (“ela manda torturar, mas é por um bem maior”/”ela frauda uma eleição, mas ela foi coagida e o candidato era mesmo o melhor”), pra que ela continue sendo uma heroína.
    beijos,

    • Jojo

      Oi Bianca! Entendo totalmente o seu ponto e concordo que Olivia, em vários momentos, não é um modelo a ser seguido. Mas essa semana não se trata de colocar personagens como exemplos a serem seguidos. Afinal de contas, estamos falando de séries de tv com tramas totalmente inventadas (e muitas vezes bem surreais). Ninguém está incentivando que a gente comece a fraudar eleições, nem vote republicano, nem caia em todas as maracutaias em que a Olivia se vê envolvida. Mas que a gente celebre o fato de que o personagem de Olivia é uma mulher. Polêmica sim, Contraditória sim. Mas pense bem. Há alguns anos seria inviável ver uma mulher atuando nesse papel (de uma personagem que tem poder no cenário político de Washington). E isso já é um avanço bem bacana. Fora isso, Scandal nos presenteia com duas mulheres bem reais e que, essas sim, servem como exemplo: Shonda E Kerry Washington! S2

      • Bianca

        Oi, Jojo. Obrigada pela resposta. Claro, não tava nem pensando tanto na semana em si – que eu acho que vai ser ótima -, mas em tratarmos a Olivia Pope como um ícone feminista sem mais, sabe? Ninguém pensa na Claire Underwood como um ícone exatamente feminista e não acho que a diferença entre as personagens seja tão grande assim.
        beijos,

    • Monica Bramorski

      Eu amei/amo Scandal, mas também concordo com a Bianca. Morro de raiva do relacionamento abusivo que ela vive com o Fitz… Dá vontade de sacudi-la e pedir pra acordar!!!
      E mais uma indicação pra semana temática: Alicia Florrick! Figurinos mara!!!
      Beijo Jojo :-*

  • Mayara Alves da Silva

    Lorelay?!!

    • Jojo

      Boa dica!!!

    • Juliana Mérida

      Gente, Lorelay é tudo!

  • Raquel Nicolau

    Muito bom jojo.. Quanto as dicas.. Humm.. Pensei aqui na Lily de How I met your mother. A Pheebe de Friends e a que eu esqueci o nome de Game of Thrones. Mas como ela é dona de dragões vai ficar fácil de você saber de quem eu to falando. Não é todo mundo que anda por ai com um dragão no ombro como se fosse um papagaio.. Haja 😉

  • Amanda

    Comandante Lexa de The 100. Aliás, The 100 é uma série cheia de personagens femininas maravilhosas, dos mais diversos tipos de força e personalidades. Lógico que pra representar qualquer delas seria mais pra inspiração, já que é pós-apocalíptico. Mesmo que você não inclua na semana eu totalmente recomendo que você assista – e por favor não se deixe assustar pelo piloto que é bem mais adolescente que o resto da história. Eles tratam de temas políticos, morais, os personagens são muito profundos e bem desenvolvidos, e a trama, GENTE, a trama é maravilhosa. Só toma cuidado com os spoilers que estão em toda parte haha, é muito melhor de assistir quando as surpresas são de fato surpresas.

  • Jaque Rocha

    Claire Underwood!

  • Shamya Azevedo

    sem dúvida nenhuma: Claire Underwood!

  • Camila Litz

    Adorei!

  • Maria Carolina Moreira Resende

    Não sei se você assiste, mas tem 4 personagens de Sense8 femininas que poderiam ser retratadas, mas em especial uma, a Nomi Marks (que é feito por uma mulher mas que é uma transsexual na série). De qualquer forma acho que elas representam bem o que você quer passar com a semana temática e são personagens menos óbvias (pelo menos eu acredito).
    Outra série que tem personagens femininas bem fortes e independentes é True Blood.
    Beijo

    • Danielle Fernanda da Silva

      A Jamie Clayton, que interpreta a Nomi é uma atriz trans.

      • Maria Carolina Moreira Resende

        Não sabia Danielle, obrigada! 🙂

        • Danielle Fernanda da Silva

          Tem uma matéria bem legal, em que a criadora da série, também trans, fala sobre como era importante que todas as atrizes e todos os atores da série pudessem realmente encarnar as experiências dos personagens. Bem legal! Como és fã da série, acho que vale a pena dar uma googlada! 😀

          • Maria Carolina Moreira Resende

            Aaah vou dar uma olhada sim! Obrigada pela dica!

  • Luciana Silveira

    Sugestões: Carrie Bradshaw de Sex and the City (claro, não pode faltar!); Serena Van der Woodsen e Blair Waldorf de Gossip Girls, Alicia Florrick e Diane Lockhart de The Good Wife

  • Lis Schwabacher

    Ficou Maravilhosa!! Eu também sou devoradora de séries, mas Scandal nunca vi, vou ter que começar a assistir!

  • Norma Ricomine

    Claire Underwood (House of Cards) não pode faltar, Jojo! 😉

  • Maria Ana Falcão

    Oi Jojo! Nunca vi você falando por aqui de Downton Abbey, mas a série é a coisa mais amor desse mundo. É sobre uma família aristocrata inglesa no início do século XX, época em que as mulheres não tinham praticamente nenhum direito. Uma das mulheres da série é a Sybil, filha mais nova da família, que é inconformada com essa situação, se interessa por política, pela situação do seu país, quer trabalhar e não aceita a diferença de classes sociais. Ela é uma jovem mulher muito forte que luta pelos seus ideais e conquista seu espaço em uma época tão difícil pra nós, mulheres. Além disso, ela seria um super desafio pra você, já que é uma personagem do início do século passado que se veste muito diferente da forma que nos vestimos hoje e eu adoraria vê-la aqui!
    Fora ela a ideia da Lorelai também é muito boa! E tem a Emily Thorne/Amanda Clark de Revenge.

    • Natalia Pons

      Ameiiiii a ideia da Sybil… ela é mt forte mesmo!
      Até a meio chata/meio legal da Mary é bacana! Pq querendo ou não ela não se conteve com a família falando com quem ela deveria casar! Casou! Foi “amante” e vive a sua vida do jeito que ela quer… agora está administrando a propriedade junto do pai…
      Acho que Downton tem bastante girl power!! Kkkkk

  • Maria

    Sugiro a Peggy ou a Joan, de Mad Men

  • Julia Moser

    Eu amoooo semana temática! Tem que ter alguma mulher de friends ou how I met your mother. Sei que vc já viu ambas então vai ser fácil escolher! Aguardarei ansiosamente rsrs. Beijosss!

  • Roberta Dalma

    Lorelay Gilmore, Alicia Florrick de Good Wife e Pheebs de Friends