Achadões: o minimalismo da Tout
9 de janeiro de 2017 POR Jojo COMENTA AQUI!

Hoje é dia de mais uma marca Pernambucana brilhar aqui no Achadões. Vou te contar um negócio, tô chegando à conclusão de que preciso dar um pulinho rápido ali em Recife pra conhecer de pertinho toda essa ebulição criativa desse Estado. Pelamordedeus! É muita coisa linda que vem de lá, minha gente!

O mais legal é que essa efervescência criativa Pernambucana produz resultados pra todos os gostos. Da irreverência da Calma Monga, à modernidade da Helena Pontes e o colorido da Loja Prosa (duas marcas cariocas com estilistas pernambucanas).

Hoje a gente mostra ainda uma outra face dessa criatividade, uma face mais minimalista, com forte influência do design escandinavo. É com prazer que apresento a Tout, a nossa protagonista do Achadões de hoje.

A Tout nasceu em 2014 do talento da designer Sthefany Passos. A moça que, como ela própria se classifica, é jornalista por formação e designer por amor, se inspirou na geometria e no minimalismo do design escandinavo para criar jóias que trazem leveza e elegância pro dia a dia.

Toda a produção é artesanal, cada peça pensada nos mínimos detalhes. O resultado são jóias em prata que dá pra usar todo dia, daquelas que viram parte do nosso corpo, sabe? Simples e lindas em sua simplicidade.

Então bora lá pra eu mostrar algumas das minhas preferidas? 1,2,3 e já.

Eu adoro anéis delicadinhos e tenho os meus que uso todo santo dia até pra dormir. O anel bolinha, por R$35,90, é desses que poderiam facilmente entrar nessa minha classificação. Uma graça pra ser usado sozinho ou em composição com outros modelos. Pra looks ainda mais minimalistas, vale apostar no anel Equilibrium, por R$89,90, que por conta própria já faz um super efeito no look.

achadoes_uasz_tout_2

A Tout também é autora de brincos caprichados. Eu confesso que não sou muito chegada a earcuffs (esses brincos que acompanham a lateral da orelha até lá em cima), mas fiquei apaixonada pela delicadeza e simplicidade do earcuff Apolo, por R$59,90. Pra quem curte um formato mais tradicional, o brinco Linearis, por R$89,90, é charme puro, desses que dá pra usar em qualquer ocasião.

achadoes_uasz_tout_1

Chegamos aos colares. Aqui a inspiração geométrica é total. Ambos com cordão médio de prata, o colar Geo, por R$79,90, tem pendente de triângulo e o colar Infinituum, por R$139,90, tem pendente de círculo. O mais legal? Dá pra usar os dois juntos, numa composição fofa e moderninha.

achadoes_uasz_tout_3

Mais uma confissão: não sou muito de usar pulseiras nos looks. Não porque ache feio, pelo contrário, acho super charmoso, mas fico agoniada com coisas no braço durante o dia.

Por isso mesmo, adorei as pulseiras da Tout. Elas são tão delicadas e levinhas que tenho a sensação de que usaria numa boa sem nem sentir. O bracelete Losango, por R$119,90, é delicadeza pura (e ainda combina com o anel). Já o modelo Chevron, por R$159,90, é minimal na essência e pode ser usado mais pra cima do braço, num look mais boho por exemplo, ou mais pertinho da mão.

achadoes_uasz_tout_4

O mais legal da Tout? São peças que realmente se encaixam no ano todo. São levinhas e gostosas de usar no calor e ficam lindas em looks praianos. Mas também caem perfeitamente nos looks minimalistas invernais, quando os tons neutros começam a dominar as ruas.

Pronto! Já se apaixonou também pela Tout? Então não esquece de seguir eles no Instagram e entrar lá no site pra dar uma fuçada pessoalmente em todas as belezuras da marca.

E se você tiver uma marca brasileira que você adora e quer mostrar pro mundo, não deixa de deixar a sua sugestão pro Achadões aqui nos comentários, hein? Bora fazer esse pessoal fazer sucesso que eles merecem!

Tags:
  • Thamiris Pimentel

    Adoreeeei! Estava em busca de anéis assim! Eu adoro esses anéis simples e delicados! O único contra é o frete =(. Pra cá pro Rio fica bem salgado.

  • Cláudia Cunha

    Jo, dá uma olhada na coleção Quereres, do Flavio Medina. São joias de bancada, também em prata: e reciclada! Texto do designer: “Pouca gente sabe que prata é utilizada na fabricação de chapas radiográficas e que é possível extrair Prata 1000 do acetato que seria descartado em lixões. Cada 100 kg de chapa origina 1 kg de prata. Grande parte das peças da coleção Quereres foi produzida por mim com prata reaproveitada de chapas de RX. O bracelete Dobradiça, por exemplo, foi feito com prata 950 resultante de cerca de 5,2 kg de chapas radiográficas que levariam mais de cem anos para serem degradados. Penso que além de busca de inovação, o design contemporâneo tem desafios ecológicos e sociais!”.
    https://www.instagram.com/medinajoia/
    https://www.facebook.com/medinajoiaautoral/

    • Vau Sousa

      Cláudia, por favor vc poderia me explicar qual o processo de extração da prata? E qual é o destino e forma de descarte do material remanescente? Obrigada!!

  • Gabi

    Eu adoro esses anéis delicados. Encho o dedo deles. Eu tinha uns, que perdi, de prata e que comprei de um chileno que está sempre na praia de Ipanema. Da última vez que fui ao Rio tentei acha-lo e não consegui. Os preços são bem justos, e é prata mesmo. Esses que perdi na mudança eu tinha há 4 anos.

  • Mylla Buson

    Jojô, ainda não vi nenhuma marca capixaba nos achadões… Dá uma olhada no site da marca shop.luisameirelles.com. Só tem coisa linda, de bom gosto e a cara da dona da marca!
    Tem também a http://www.manolita.com.br... cada sapato mais lindo que o outro!! Super estilosos!

    Beijos

  • Bel

    Amei as peças delicadas dela! Não conhecia a marca mas já estou seguindo. Gosto muito de acessórios mais minimalistas e é um tanto difícil achar marcas bacanas com um preço legal.

    Beijos
    http://belsantanna.com/

  • Thania
  • Alexandre Santiago

    Bem interessantes, mas em Recife existem muitas pessoas fazendo trabalhos muito bons em Prata, e até fusões com Prata, Ouro e Fibras também muito interessantes. Que tal dar uma olhadinha no Instagran de Ale_Santiago_atelier. Alexandre Santiago é Arquiteto Designer de Joias e Artesão Joalheiro e tem sido o mestre de toda uma nova geração de Designers e novos artistas da Prata em Recife, que desenvolveram-se nas aulas de Joalheria em seu Atelier em Boa Viagem. Blog joiasdobrazil.blogspot.com.br.