Tudo sobre a nossa viagem a Boipeba, esse paraíso na terra
5 de janeiro de 2017 POR Jojo COMENTA AQUI!

Espero que vocês tenham tido uma virada de ano linda, cheia de amor, paz e esperança, rodeada de gente querida.

O meu foi com o pé na areia, do jeitinho que eu gosto.

Aliás, o meu final de ano quase todo foi pé na areia. E é sobre isso que é o post de hoje.

Quem me acompanha lá no Instagram já sabe que eu e o maridones fomos passar a última semana de 2016 lá em Boipeba. MELHOR DECISÃO que eu já tomei na vida.

A verdade é que depois de quase dois meses longe um do outro por conta das burocracias da mudança de país, tudo que a gente precisava mesmo era uma semaninha só pra gente, de preferência num lugar paradisíaco. E, vou te contar, pelamordedeus que que é aquilo? Sol, areia branca, água fresquinha, brisa soprando.

Por essas e outras, resolvi vir aqui contar as minhas dicas pra aproveitar ao máximo esse paraíso na terra que é Boipeba. Quem sabe você não se empolga e segue pra lá nas próximas férias.

Bora?

COMO CHEGAR

Muita gente me perguntou isso enquanto estávamos lá. Pra quem nunca ouviu falar, Boipeba é uma Ilha ao Sul da Ilha de Tinharé (onde fica Morro de São Paulo) e é parte do município de Cairu, no litoral baiano.

A verdade é que tem várias maneiras de chegar em Boipeba e não tem uma melhor e uma pior, tudo depende da sua preferência, se você quer pagar mais pra chegar mais rápido por exemplo, dá pra ir de avião. Se você não se importa em demorar um pouco mais dá pra ir de catamarã ou carro e pegar uma lancha depois.

boipeba_1

Encontrei esse link bem completinho com maneiras diferentes de chegar lá, mas a minha dica é: assim que fechar a pousada mande um email pra eles e peça para que eles organizem o seu traslado. Assim você tem mais comodidade e o know how de quem mais entende: o pessoal local.

Ponto de atenção: se você não tem muita familiaridade com mar, evite o catamarã. Apesar da linda vista do trajeto, o balanço no caminho faz muita gente passar mal (mal mesmo).

ONDE FICAR

A Ilha de Boipeba é enorme e oferece diferentes destinos de viagem. Quando você fala: vou pra Boipeba, provavelmente estará de referindo à vila de Boipeba, onde o rio encontra o mar no lado norte da ilha. Mas também dá pra ficar em Moreré, por exemplo, uma praia mais isolada ao sul da Ilha.

A gente ficou em Boipeba mesmo, pertinho da praia da Boca da Barra numa pousada chamada Canoa Nativa. Super bem localizada, ela está a alguns passos da areia e a apenas 15 minutos do centro da vila. Ela é pequenininha, mas super charmosa. O chalezinho que a gente ficou era simples e sem luxos, mas de muito bom gosto.

Minha parte preferida? Do lado de fora do nosso quarto, tínhamos acesso a um quiosque só pra gente, onde era servido o nosso café da manhã no meio do jardim tropical. Nada daquele esquema de tomar café da manhã no meio da galera toda da pousada. Era quase como ter uma casinha de praia só pra gente.

Mas a verdade é que o que não falta na vila de Boipeba são opções de pousadas bacanas. Minha recomendação: entre no Booking.com, faça uma pesquisa de preços e fique atento aos reviews dos clientes pra saber se vale a pena. Depois, entre em contato direto com a pousada e feche diretamente com eles. Assim você consegue preços mais em conta e acesso a quartos que não estavam anunciados no site.

O QUE COMER DURANTE O DIA

Você está em Boipeba, provavelmente um dos lugares do Brasil onde você vai encontrar os frutos do mar mais frescos de que se tem notícia, então aproveite. Minhas recomendações:

  • A moqueca de camarão com banana da terra do restaurante Paraíso na praia da Cueira
  • A lagosta na manteiga da cabana Flor do Caribe (do nosso amigo Biu) na beira do mar na praia de Tassimirim (não esqueça de pedir o drink Triplex, invenção do próprio Biu, pra acompanhar.

boipeba_2

  • A porção de acarajé da Danny na praia da Boca da Barra, apenas sensacional.
  • O pastel de camarão e siri da ponta dos Castelhanos e a caipiroska de biri biri com cacau do Bigode (melhor drink da ilha, vai por mim).
  • O açaí e a tapioca de camarão do Siri Cascudo na praia da Boca da Barra.

O QUE COMER DURANTE A NOITE

Chega o fim do dia e a vila vira o point de Boipeba. É uma delícia passear pelas ruas, ver o movimento e sentar pra tomar um drink na pracinha. Quando a fome aperta, um monte de opções deliciosas pra comer:

  • Os dadinhos de tapioca do Mirante Pouso do Divino (fica descendo a escadinha ao lado da Igrejinha da vila). Vista sensacional e atendimento que é pura simpatia. E sim, os melhores dadinhos de tapioca que eu já provei na vida.
  • A pizza de calabresa do Pizzeta. De sobremesa, sorvete caseiro de banana com caramelo salgado.
  • O crepe de banana com doce de leite caseiro da Casa Namoa. Os crepes salgados também são muito bons, mas esse aí é fora da curva.
  • O nhoque caseiro com molho de tomate do Varandas. Massa maravilhosa e mesinhas ao ar livre na praça.

PRAIAS E PASSEIOS

Na boa: dá pra passar um mês em Boipeba descobrindo tudo o que a ilha tem a oferecer. São tantas praias lindas que a vontade é passar um dia inteirinho em cada uma delas.

  • Boca da Barra: é a praia logo na chegada em Boipeba. Não é a mais legal de passar o dia, mas é ótima pra alugar um SUP e dar uma volta na boca do rio vendo os mangues nas margens.
  • Tassimirim: uma praia enorme e colarinho com Boipeba. É a mais fácil de ir a pé, mas é tão grande que dá pra passar o dia andando por ela, caindo no mar pra dar uma refrescada, escolhendo um lugar gostoso pra comer, dando uma descansadinha embaixo da sombra de um coqueiro.

boipeba_4

  • Cueira: quase uma continuação de Tassimirim. Linda e mais deserta por ser um pouquinho mais longe. Dá pra cortar caminho pela vila e chegar lá em 15 minutinhos.
  • Moreré: é a praia seguinte à Cueia. Vale muito a pena ir andando até lá durante a maré baixa. A andada leva cerca de uma hora e meia e é super gostosa. Chegando lá, uma vila charmosa é o lugar perfeito pra almoçar e relaxar.
  • Baiena: praia mais distante, suuuuper desertona. Uma delícia. Praticamente só tem um bar com camping logo ao lado.
  • Ponta dos Castelhanos: uma ponta de areia entre rio e mar ao sul da ilha. O acesso é meio complexo porque, pra chegar lá, é preciso passar por uma trilha no meio do mangue e cruzar um rio. A gente não fez porque não deu tempo, mas dizem que o trajeto é incrível. Nós acabamos indo pra lá de barco mesmo.

Se você tem pouco tempo e quer ver muita coisas num dia, eu recomendo demais o passeio chamado Volta a Ilha que basicamente dá a volta na ilha de Boipeba inteirinha parando em alguns pontos chave. O que a gente fez começava pelas piscinas naturais de Moreré (coisa mais linda do mundo, dá pra pegar um barquinho e ir direto pra lá, sem fazer o tour todo).

boipeba_5

Depois parava em Baiena, Castelhanos, almoço numa cidadezinha apelidada de Cova da Onça e finalizava com um pit stop no Portal das Ostras, restaurante flutuante na beira do rio com ostras fresquíssimas.

ONDE VER O PÔR DO SOL

Sem dúvida nenhuma: no mirante da pousada Mangabeiras. Fica no alto do morro (pra chegar voei sobe de bondinho no meio da mata), e a vista lá em cima é de tirar o fôlego. Peça um drink no bar pra acompanhar.

boipeba_3

O QUE LEVAR NA MALA

Boipeba não tem frescura. Então, nem esquente a cabeça pensando em looks elaborados. Itens de primeira necessidade são:

  • Roupa de praia: biquinis e maiôs, shortinhos, vestidos, batas. De preferência tudo com tecidos naturais pra garantir frescor máximo.

boipeba_6

  • Chinelos: você vai usar de dia e de noite, eu garanto.
  • Tênis: se você curte correr, leve um tênis pra correr na praia na maré baixa.
  • Canga: essencial
  • Mochila: melhor jeito de carregar as coisas durante as andanças de uma praia pra outra.
  • Bastante protetor solar: de preferência com nível de proteção alto. E não esquece de repassar sempre. O sol por lá não é brincadeira.
  • Óculos de mergulho: se tiver, leve. Se não tiver, sem problema. Dá pra alugar por lá.
  • Dindin: Boipeba não tem caixas eletrônicos. Então, para evitar dor de cabeça, não esqueça de levar uma boa quantia em dinheiro. Boa notícia, a vila é muito calma e é muito difícil ouvir falar de algum assalto por lá.

O QUE EU COMPREI POR LÁ

Não é exatamente uma viagem de compras, mas eu comprei duas coisinhas por lá que me deixaram bem feliz. A primeira foi um chapéu trançado de palha, super bacana. O cara que vende fica sempre ali na frente do restaurante paraíso na Praia da Cueira.

A outra coisa foi uma réplica de porcelana da fachada da igreja da vila. Sempre tento levar pra casa uma lembrança dos lugares por onde passo e essa foi a que a gente decidiu trazer de Boipeba.

boipeba_7

É isso, gente! Espero que tenha dado pra ter uma ideia e despertado a vontade de conhecer esse paraíso. Eu já tô aqui no frio Londrino doida pra voltar pra lá. Ah! E se você quiser ver todas as fotos da viagem, dá uma olhadinha lá no meu Insta (aqui ó) e se não segue, já vai clicando lá pra seguir. Bêeeeejo

 

 

  • Rebeca

    Que delícia! Eu já fui duas vezes a Morro de São Paulo (amor eterno <3) e conheci Boipeba rapidinho, no passeio da "Volta da Ilha". Esse seu post me deu uma urgência urgentíssima de voltar! Ô, Bahia…

    Obrigada pelas dicas, Jojô!!! Com certeza ficarei em Boipeba da próxima vez! 🙂

    • Jojo

      Oi Rebeca! Morro é muito legal né? Também adoro lá, vou desde pequenininha com os meus pais, mas nunca tinha ido a Boipeba. Confesso que curti mais pelo fato de ser mais rústico, sabe? Minha recomendação é: passe uns dias por lá! Prometo que não vai se arrepender!

      • Gisele Moura

        Acabei de comprar a passagem… Fui influenciada merrrmo. 🙂

  • Vanessa

    Apenas maravilhoso, fiquei super a fim de conhecer.

    • Jojo

      Que legal, Vanessa! Que bom que você curtiu! O lugar é lindo mesmo! Vale demais tirar uns dias pra conhecer! 😉

  • Bruna

    Oi Jo, que bom que gostou de Boipeba! Estive lá em Outubro/2016, deu saudades lendo seu post 🙂
    Você não foi no Panela de Barro? Achei a comida maravilhosa! Vale lembrar também que tudo lá é bem servido né? Se eles falam que o prato é para duas pessoas, confie, hahaha.

    Beijãão!

  • carina mateus

    Que lugar fantástico Jo, cada foto no instagran me faziam suspirar, parece mesmo o paraiso 😉 Já está na minha travel list para férias românticas de chinelo no pé.Obrigada pela partilha. beijo

  • Andréa Oliveira

    Faz tempo que quero conhecer a Bahia, e esse lugar certamente sera o primeiro. Nossa estou encantada!