5 dicas pra te ajudar a cuidar melhor das suas roupas
26 de abril de 2017 POR Jojo COMENTA AQUI!

Se você já entrou aqui no UASZ essa semana, já tá sabendo que estamos em plena Fashion Revolution Week, uma iniciativa global para trazer mais transparência e sustentabilidade para a indústria da moda.

E eu tô aqui tentando fazer a minha pequenina parte, dedicando os posts dessa semana todinhos a esse assunto e falando sobre várias maneiras de trazer mais consciência pra nossa relação com a moda.

E hoje a gente vai falar sobre uma maneira muito fácil de trazer mais consciência para a moda e ter um impacto positivo no meio ambiente: simplesmente cuidando melhor das suas roupas.

A verdade é que quando a gente pensa em consciência de consumo e moda sustentável, logo vem a cabeça a ideia de comprar menos e melhor, mas a maneira como a gente mantém as nossas roupas é parte fundamental dessa equação. Primeiro porque isso tem um impacto direto na durabilidade das nossas peças: cuidar bem de uma roupa significa conseguir usá-la por mais tempo, consequentemente, não ter que comprar uma nova substituí-la (gerando desperdício e lixo). Por outro lado, cuidar mal das suas peças pode não só encurtar o tempo de vida delas como também ter um impacto negativo no meio ambiente.

Pensando nisso, a Stella McCartney (já é conhecida pelo seu comprometimento com a causa da moda ética e sustentável) lançou uma série de vídeos engraçadinhos com dicas rápidas pra cuidar melhor das suas peças (como foco, obviamente nas suas peças da Stella McCartney – das quais não possuo nenhuma por motivos de não ter poder aquisitivo).

Dá só uma olhada nesse primeiro episódio que fala sobre cuidar das suas peças de alfaiataria.

Mas o mais legal é que a campanha foi feita em parceria com a CleverCare.com, uma iniciativa criada para ensinar as pessoas a cuidarem melhor das suas roupas. Eu não conhecia a CleverCare e amei o jeito simples e super didático com que eles ensinam coisas que podem parecer básicas, mas que muita gente não sabe simplesmente porque ninguém nunca ensinou (meu caso).

Como o site deles é todo em inglês, resolvi fazer um apanhado dos ensinamentos que eles transmitem por lá e traduzir eles aqui pra vocês. Bora?

1. NÃO LAVE AS SUAS ROUPAS COM TANTA FREQUÊNCIA

Eu sei, pra quem mora no calorão do Brasil isso é mais complicado. Porém, especialmente agora que o inverno tá chegando e a gente não sua tanto, vale muito a pena tentar lavar as roupas com menos frequência. Vários estudos indicam que a gente costuma lavar as nossas roupas bem mais do que é realmente necessário, muitas vezes mais pela força do hábito de usar e tacar no cesto do que por real necessidade.

Diminuindo a quantidade de lavagens a sua roupa vai durar mais e você ainda evita o desperdício de água, além da utilização de produtos químicos nas lavagens.

Como faz então, Jojo? Após usá-las, deixe as roupas ao ar livre pra respirarem e, quando rolar uma mancha localizada (tipo, caiu molho de tomate na camisa), tente resolver o problema com um removedor de manchas, ao invés de tacar a camisa toda na máquina de lavar.

2. DIMINUA A TEMPERATURA DA LAVAGEM

Sempre que possível, diminua um pouco a temperatura da água nos ciclos de lavagem. Esse ato super simples vai contribuir para a diminuição da emissão de CO2 durante a lavagem e ainda vai fazer com que suas roupas fiquem mais bonitas e durem mais. Ao diminuir a temperatura de lavagem de 40º para 30º, as suas roupas vão desbotar menos e sofrer menos desgaste do tecido.

Tem até uma outra iniciativa bem legal que eu descobri no processo de pesquisa pra esse post que se chama I Prefer 30 e foca nos benefícios de lavar roupas a 30º. Tudinho aqui ó.

3. SIGAS AS INSTRUÇÕES DE LAVAGEM

Primeira coisa é saber interpretar as instruções de lavagem, ou seja, entender o que significam os símbolos nas etiquetas das roupas. Isso é CRUCIAL pra conseguir lavá-las da maneira correta e, consequentemente, fazer com que elas rendam muito mais tempo.

Então, se você ainda não sabe, toma aí uma colinha pra sua próxima leva de roupa suja.

Etiquetas

Outras dicas simples de lavagem:

  • quando lavar roupas coloridas, separe as cores mais vibrantes daquelas mais escuras (especialmente se as peças forem novas e nunca tiverem sido lavadas).
  • Siga as instruções de quantidades de produto (amaciante, sabão em pó, alvejante, etc) a serem usadas.
  • Não lote a máquina de lavar de coisas, as roupas precisam ter espaço dentro da máquina para se movimentarem.

4. EVITE O USO DA SECADORA

Deixar as roupas secarem ao natural economiza energia e ainda por cima contribui para que suas peças durem mais. Aqui vão as dicas:

  •  Não lote a secadora. Roupa em excesso pode sobrecarregar a secadora e resultar em peças meio secas, meio úmidas. De qualquer forma, se isso acontecer, deixe as peças secando esse finalzinho ao ar livre.
  • Num mesmo ciclo seque somente peças que requerem o mesmo tempo e secagem, por exemplo, algodão e tecidos sintéticos tem tempos de secagem bem diferentes.
  • Pra evitar a necessidade de passar a roupa, retire elas da secadora assim que o ciclo terminar e já pendure num cabide.

5. PASSE COM MENOS FREQUÊNCIA

Mesmo raciocínio da máquina de levar: usar menos, de cara, já diminui a quantidade de energia dispensada pra cuidar das suas roupas. Siga sempre as instruções de uso e passe as suas peças usando a temperatura ideal para aquele tecido. Confia em mim que vale a pena, eu já perdi uma blusa que AMAVA porque passei ferro da forma errada.

Eu tenho certeza de que tem milhões de truques por aí pra te ajudar a cuidar melhor das suas roupas. Esse é só o básicão mesmo. Se vocês tem mais alguma dica incrível pra cuidar das nossas pecinhas, deixa aí nos comentários que a gente fica bem agradicida.

Pra mais informações, acesse o site da CleverCare aqui.

 

  • Tatiana Franceschini

    uma dica que acho útil: peças amassadas às vezes não precisam ser passadas – ao tomar banho, dá p’ra deixá-las penduradas bem esticadinhas no cabide, dentro do banheiro. com o vapor, elas tendem a desamarrotar bastante.
    eu também nunca deixo roupas escuras secarem sob o sol, pois desbotam mais rápido.
    e, quando as peças são mais delicadas, pauso o ciclo de centrifugação no meio, antes da máquina começar a se agitar demais.

  • Cristina Cardoso Alves

    Jojô, AMEI esse post. Vai parecer jabá, mas juro que é ajuda: tenho uma vida de peças em tricô e crochet (à mão, não à máquina que a galera chama de handmade), 99% feitas pela minha mamãe que virou estrelinha mês passado e algumas feitas por mim. De tanto receber email e msg pedindo dicas de como lavar, conservar e guardar essas peças super delicadas, fiz vídeo lá pro canal. Se vc achar útil, deixo o link pras meninas. Me avisa. O fato é que desde que mudei pra esse apertamento que estou, tenho lavado quase tudo à mão tb (menos roupa de cama e banho) e, olha, muitas peças que posto tem mais de 6, 10 anos… Com paciência, lavar cuidadosamente vira hábito. Sou prova viva. Beijão pra vcs!