Post patrocinado: os seis anos do UASZ e uma retrospectiva das nossas #EscolhasInteligentes
8 de maio de 2017 POR Jojo COMENTA AQUI!

O UASZ completou 6 anos de vida. Dá pra acreditar? Há pouco mais de seis anos, eu tava na pindaíba, cultivando uma relação com a moda e com o consumo que só me fazia mal.

Hoje, tudo mudou. Depois daquele ano sem comprar, a minha vida deu uma reviravolta pro bem. Pra começar, eu conheci vocês e recebi mais carinho e apoio do que eu podia imaginar que fosse possível. Segundo, eu passei a me conhecer mais, entender e desenvolver o meu estilo próprio e ser menos dependente das “últimas tendências”.  Terceiro, eu passei a ter uma relação mais consciente e esperta com a moda. Aprendi a gostar mais do que eu tenho e a comprar melhor novas peças. #MenoséMais, né não?

Por isso tudo, eu amei quando Downy me propôs escrever um post em comemorativo com um apanhado de alguns dos momentos mais importantes da história do blog. Porque se tem uma que não mudou nesse tempo foi a minha prioridade de cuidar bem das minhas roupitchas. E Downy tem sido o meu aliado nessa hora, me dando mais confiança pra sair por aí me sentindo linda. Afinal, não tem nada melhor pra ajudar a gente a dar um “up” no visual do que uma roupa cheirosinha com perfume que você sabe que vai durar o dia todo.

A ideia é mostrar mesmo como esses seis anos são a maior prova de que dá pra fazer muito MAIS com menos. De que com criatividade e boa vontade a gente consegue fazer o nosso armário render muito.

Acabou que esse post foi um verdadeiro presente pra mim, um jeito delicioso de reviver todos esses anos. De voltar no tempo e rir de mim mesma, de ficar orgulhosa do quanto eu caminhei e de me emocionar novamente com o tanto que a gente troca por aqui.

Então, sem mais delongas, bora ver esses momentos maravilhosos que rolaram por ao longo desses seis anos?

O PRIMEIRO DIA

O primeiro dia do desafio foi libertador. Quem lembra?

Mesmo sem saber a proporção que tudo isso tomaria, eu sabia que aquela decisão mudaria a minha vida de alguma forma. Me senti forte, motivada, otimista. Era um recomeço pra mim. Uma chance de fazer diferente. O mais legal? Só dependia de mim.

E assim começou essa história e uma saga que me faria redescobrir o meu armário e descobrir mil maneiras de usar as coisas que estavam lá dentro.

O PRIMEIRO DESAFIO FASHION

Logo no primeiro mês do desafio, eu resolvi aumentar o nível de dificuldade e me propus um desafio dentro do desafio: uma semana de looks com o mesmo blazer xadrez (porque um blazer liso ia ser fácil né?).

E foi tão legal! O desafio do blazer me fez quebrar a cabeça e soltar a criatividade e eu acabei criando looks que nunca tinha imaginado criar com aquela peça. Mas o mais bacana foi ali realmente começar a entender o quanto as roupas que a gente já tem podem render muito mais do que a gente imagina.

UASZ_6Anos

AS MUITAS SEMANAS TEMÁTICAS

Eu confesso, em vários momentos eu me vi sem ideia nenhuma do que vestir. Olhava pra dentro do armário e pensava: Deus do céu, não tem nada novo que eu possa fazer com isso aqui.

E foi num desses momentos, em busca da criatividade que andava me falhando, que eu resolvi buscar inspiração fora de mim. Eu sempre fui fã da série Sex and the City e achei que podia ser uma boa ideia me inspirar nas personagens pra tentar criar novos looks. Comecei devagarzinho, com um look super discreto inspirado na Charlotte, mas, a medida que a semana foi passando, fui ousando mais. Ao final da semana, encarnei a Carry com direito a cabelo frisado e tudo.

UASZ_6Anos_2

Me diverti tanto nesses cinco dias de desafio que repeti a história várias vezes ao longo desses seis anos, sempre buscando inspirações diferentes. De ídolos do rock às cores da bandeira do Brasil, de mulheres poderosas de cabelos curtos a heroínas das sérias. Outra que me fez soltar a criatividade foi a série Girls. Quem adivinha de que personagem é cada look?

UASZ_6Anos_3

O VESTIDO QUE SE MULTIPLICOU

Como não lembrar do maior truque que esse blog me ensinou? Transformar vestidos em saias e blusas foi uma das coisas que me permitiu conseguir passar o ano todo sem comprar nada e ainda assim, sentir que eu tinha sempre uma nova opção. A verdade é que, quando a gente bota a cabeça pra funcionar, consegue fazer uma única peça render MUITO mais.

UASZ_6Anos_4

OS SEIS MESES POR UM VESTIDO

Seis meses antes de casar, eu resolvi que seria bacana dar uma economizada pra juntar mais din din pra festa.Foi nessas que lancei um novo desafio: seis meses por um vestido.

Dessa vez, a história de ficar sem comprar foi muito mais leve, descompromissada e com um objetivo bem claro e super gostoso lá na frente. Mesmo assim, me ví novamente tendo que quebrar a cabeça pra montar composições bacanas com o que eu tinha em casa.

Mas valeu tudinho. Olha o vestido mais lindo do mundo que veio depois dos seis meses.

UASZ_6Anos_5

AS MUDANÇAS DE PAÍS

Pois é, no plural. Esses seis anos de blog me viram mudar de país duas vezes. Primeiro saímos de São Paulo pra encarar uma aventura em São Francisco. Dois anos depois, lá estávamos nós de novo, empacotando a vida pra deixar São Francisco pra trás e abraçar uma nova vida em Londres.

UASZ_6Anos_6

Foi louco, foi intenso, foi cheio de altos e baixos… e eu não faria nadica de nada diferente. Morar fora me fez e ainda faz ver a vida com outros olhos. Entender outros jeitos de viver, conhecer pessoas diferentes, viajar pra lugares que eu nem sabia que existiam. Tudo isso me fez evoluir como pessoa e adquirir uma empatia que a gente só atinge quando interage com o que é diferente da gente.

Fora isso ainda tinha a coisa das malas, né? Como que você leva a vida em quatro malas? Como deixa pra trás uma casinha, um lar, todas as suas coisas? Pois é. Coisas. Quando a gente muda de país, a gente sente na veia que coisas são só coisas. Primeiro porque o que dói mesmo de deixar pra trás são os amigos, a família. O resto a gente pode viver sem numa boa. Segundo porque quando você chega nesse lugar novo, a euforia de viver novas experiências é tanta que você nem lembra mais a cor daquele sofá de casa que você vendeu no Enjoei.

A verdade é que eu não vou conseguir juntar todos os momentos que foram importantes pra mim ao longo desses seis anos. Acho que cada dia teve sua importância.

Esses seis anos realmente me mostraram que dá pra fazer MUITO MAIS com MENOS.

Queria agradecer muito a Downy pelo convite e aproveitar o gancho pra recomendar pra quem ainda não usa.

UASZ_03

Downy é mais uma dessas minhas #EscolhasInteligentes! Por ser mais concentrado ele deixa as minhas roupas muito mais perfumadas com menos custo (já que você só precisa usar meia tampinha de produto por lavagem).

É isso, gente! Beijo procês.

  • Jojo, te acompanho desde o início quando eu tava terminando a faculdade e também tava dura rsrs.
    Esse fds, o grupo feminista que faço parte organizou um acampamento para meninas livres que tinha como foco o desprincesamento delas. Foram várias oficinas e eu dei a última que era de educação financeira e no final um bazar de trocas. Você foi um dos meus exemplos de blogueiras que podem ajudar a ter uma relação Mais legal com a moda com o reaproveitamento, com brechós e tudo mais.
    😉

    • Jojo

      Que iniciativa incrível, Dani!!! Parabéns por fazer parte disso! E obrigada por me usar como exemplo! Super honra!

  • Camila

    Jô, faz um entre cabides com a Heloisa, do @modaemrodas ela é muito demais!

  • J.

    oi jojo!

    Quando o seu blog começou eu tinha só 16 anos e estava acompanhando aquele momento da internet em que os blogs de moda bombavam mais que qualquer coisa (o que hoje acontece no instagram ne hahaha), nesse mar de influências que foi a internet de 2011 pra cá fico feliz de ter encontrado o seu blog no caminho, pois me fez logo cedo pensar em moda de uma forma mais consciente.

    Eu morava em uma cidade pequena e não tinha grana, então desde essa época eu já comprava basicamente em brechós, porque era onde eu encontrava opções diferentes – vale dizer, na época eu estava no segundo ano do ensino médio e com o sonho de fazer faculdade de moda. Mas acompanhar as suas ideias ajudaram a fortalecer ainda mais minha visão de moda, menos agarrada a tendências e mais de acordo com o que a gente precisa no dia a dia.

    Hoje em dia não faço faculdade de moda, fui pra outra área, mas sigo gostando muito do assunto (nem todos podemos ser pequenas Tavi) e tenho vivido muito isso das mudanças! Nos últimos 2 anos me mudei 4 vezes é isso só aumentou a vontade de ter cada vez menos coisas, coisas são só coisas (e isso é difícil de assumir para uma canceriana com lua em touro).

    Espero que você siga com o blog por mais alguns anos, de acordo com a sua disponibilidade. Parabéns por ter chego aos 6 anos de site, mas sobretudo por ter construído uma nova relação com o consumo e ter servido de inspiração para outras pessoas fazerem o mesmo.

  • Leila Diniz

    Nossa voltei no tempo com você, te acompanho desde o 4º mês do seu desafio inicial. Evolução, crescimento, maturidade, mas sem perder sua essência, isso que adoro aqui. Amo downy também, então temos algo em comum♥

  • Chay Costa

    Jojo, lembro bem da primeira vez que vi teu blog há seis anos atrás…acompanhei cada dia, cada look com a mesma empolgação que você. Você me inspirou muito desde então, não apenas a ver a moda com outros olhos, mas em como a vida acontece quando a gente menos espera. Percebi isso em cada viagem sua, cada mudança de país, cada novo acontecimento. Nesse momento me pego pensando em como foram os meus últimos 6 anos… Continue compartilhando a vida, os looks e as boas ideias com a gente 🙂 A gente realmente tá “junto” nisso tudo 😀 Beijo

  • Natalia Woloski

    Que momento para eu ler isso hahahhaha Caso fim do ano e p-r-e-c-i-s-o economizar para comprar o meu vestido…. não vou mentir, dia 1/05 eu me prometi não comprar nada e já comprei :(. Queria tanto me inspirar em ti e no blog e fazer o desafio do vestido hahahahhaha mas sinceramente, é preciso incentivo para continuar (não posso nem colocar a foto do bendito na geladeira, que nem se faz com dieta sabe, pq daí o noivo vai ver!) Enfim, sou leitora do blog desde o início, e o teu um ano sem compras me inspirou muito em bolar novos looks com o que tenho, e vou me agarrar nisso para seguir firme no meu desafio próprio hahaha! bjos Jojo e sucesso pra ti!

  • Allana C.

    Jo, te acompanho desde o começo; quando você começou o desafio eu estava vindo morar na França pela primeira vez, e lembro que adaptei algumas vezes roupas seguindo seus modelos. Eu trouxe uma mala cheia de livros para o doutorado e muita esperança de recomeçar. Depois de seis anos e muitas mudanças, idas e vindas, aprendi a colocar minha vida em duas malas vermelhas, e aprendi mais ainda que o mais importante a gente carrega do lado de dentro. Como você disse, “coisas são coisas.” O mais importante carregamos no coração e nele sempre tem espaço de sobra. Um abraço apertado!

  • Cristine Castro Melo Soares

    Te acompanho desde o início e me inspiro bastante! Obrigada por dividir com a gente seus momento e suas ideias incríveis! Ah, sou eternamente fã do seu cabelo castanho escuro! Beijos.

  • Jacqueline Patrocinio

    É incrível todos esses momentos maravilhosos que você compartilhou conosco. Conheci seu blog no finalzinho do primeiro ano e não larguei mais. Você é uma inspiração incrível e me ensinou muito. Obrigada por sua generosidade!

  • Acompanho o blog desde o terceiro mês do desafio do primeiro ano. Você é inspiração para vida, para os looks, para o trabalho. Além de tudo, é uma baita mulerão da porra, hein!?

    Você sempre foi linda, mas anda num patamar de lindeza ultimamente que, nossa senhora… 🙂

    Ando estudando a história do armário capsula. E sempre que penso “acho que não rola”, eu lembro de vc. Deve sair ainda até o final do mês.

  • Cristina Cardoso Alves

    Adorei o post, adorei o gancho com o Downy. Comprei 2 vezes e não lembro (mesmo) quando tive que fazer recompra, de tanto que durou… E curto demais os perfumes. Bjs com parabéns pro UASZ e um cheirinho pro D. 🙂