Vamos apoiar mães empreendedoras?
15 de maio de 2017 POR Jojo COMENTA AQUI!

Ontem foi Dia das Mães e eu queria aproveitar pra dar o meu parabéns enorme a todas as mães leitoras aqui do UASZ. Juro que fico super feliz com a quantidade de leitoras mães que vejo por aqui. Sei que mãe geralmente é um ser que tem pouco tempo de sobra e é uma honra saber que algumas de vocês escolhem passar por aqui durante esse precioso tempinho.

Mas eu queria mesmo era aproveitar que toda aquela correria de Dia das Mães (que é uma delícia, por sinal) já passou, pra falar com bastante calma de um assunto tão importante: o empreendedorismo materno.

A expressão é bem auto-explicativa, né? Empreendedorismo materno é quando uma mãe resolve empreender e é um movimento que tem ganhado cada vez mais adeptas.

A verdade é que o mercado de trabalho tradicional tem caminhado a passos de tartaruga no sentido de assegurar mais benefícios para as mães. Jornada de trabalho flexível com direito a home-office, vale-creche ou creche gratuita dentro da empresa, são o tipo de coisa que, infelizmente, ainda é raridade. Fora o preconceito que mães ainda sofrem no mercado profissional. Sim! Tô falando daquela perguntinha capciosa que rola em entrevistas de trabalho: “Você tem filhos? Tem? Quantos anos? Nossa, tão novinho! Você vai dar conta de deixar ele em casa?”.

Muitas mães acabam, então, não tendo muita opção a não ser abrir mão de suas posições profissionais anteriores pra conseguir se dedicar da forma que gostariam aos seus filhotes. E nessa de mudar de vida, muitas vezes o empreendedorismo acaba aparecendo como uma alternativa.

Ah, mas quer dizer que empreender é mais fácil do que trabalhar pra alguém, Jojô? De forma alguma. Empreender é difícil pra caramba, gente. Ainda mais quando você tem um filhote que demanda atenção.

Mas pra que que é esse post mesmo, Jojô? Bem, esse post é pra incentivar cada uma de vocês a conhecerem marcas de empreendedoras mães. Afinal de contas, a gente sempre fala em consumir localmente, investir no pequeno comércio, contribuir para que negócios do bem floresçam. E quer coisa mais bacana do que investir em mães?

Por isso mesmo o post de hoje é um pleito. Um pleito para além do Dia das Mães. Um pleito pra que todos os dias do ano a gente procure fazer a vida de uma mãe (que muitas vezes a gente nem conhece) mais feliz simplesmente por optar por comprar um produto lindo e feito com muito amor.

Sim! Porque essas mães incríveis são cheias de ideias igualmente incríveis, cheias de talentos e dedicação, se desdobrando em muitas pra fazerem tudo com qualidade. Quer ver? Dá uma olhada nessa listinha de marcas criadas e comandadas por mamães.

 

LIMONADA DA ARABELLA

Um brechó virtual com curadoria apuradíssima e fotos que realmente fazem jus a cada peça. Tudo o que você vê à venda na Limonada da Arabella foi selecionado com o maior carinho e cuidado, passou por um processo de higienização e reforço de costura, preservando o design original, mas garantindo que aquela peça ainda vá durar muitos e muitos anos no seu armário.

Essa calça flare lindona aí embaixo sai por R$100 (aqui) e a blusinha com detalhes listrados super 70s sai por R$60,00 (aqui). Ou seja: bom pro mundo (já que a peça é vintage real e oficial e você vai estar evitando o desperdício da cadeia de moda), bom pra mãe por trás dessa empresa linda e bom pro bolso.

Limonada_da_Arabella

GOODI

Muitas vezes as ideias que dão origem a essas empresas surgem da própria vivência dessas mulheres como mães. Foi o caso da Goodi, marca de jóias de silicone criada pela Ana e pela Roberta. A ideia é simples e genial: criar uma coleção de colares que, ao mesmo tempo que deixam a gente linda, também servem pros pequenos botarem na boca.

As jóias da Goodi são todas hipoalergênicas, atôxicas e livres de PBA. Feitas de silicone e com bordas arredondadas, elas não soltam tinta, não tem gosto e nem cheiro. E, como são feitas pra durar, dá pra usar até bem depois do filhote já estar mais crescidinho.

Olha que lindos os modelos!

Goodi_1

Goodi_2

MILK KIDS

Eu já falei da Milk Kids aqui, mas uma marca linda dessas é sempre bem vinda, né? A Milk Kids nasceu das vivências de quatro mães que queriam roupas infantis cheias de design e conforto, mas que tivessem cara de criança mesmo (e não de mini adultos como a gente vê muito por aí). E o resultado é uma coleção de peças infantis que são inspiração purinha.

MilkKids

MARIA JOAQUINA MARCENARIA

Pense numa marca linda? Numa marca que traz carinho em cada peça e que encara sustentabilidade como um modo de vida e não uma modinha passageira. Essa é a Maria Joaquina, que faz produtos de marcenaria que são um encanto. Tudo pra deixar a sua casa mais linda, colorida e cheia de amor. Sério, é cada coisa linda que só vendo mesmo pra acreditar.

MariaJoaquina_1 MariaJoaquina_2

Se você quer saber mais sobre o empreendedorismo materno, eu achei esse site bem legal e cheio de dicas bacanas. E você também conhece uma mãe empreendedora, conta aqui pra gente nos comentários. Vamos divulgar, apoiar, incentivar! Apoiar mães empreendedoras é apoiar o empoderamento materno e todo mundo sai ganhando nessa.

 

 

  • Gabi

    Você e suas sacadas sempre incríveis. Excelente post, num excelente momento <3

  • Lívia Hungria

    Vc é sensacional!!! Minha irmã mais velha tb é mãe empreendedora, só Deus sabe como é difícil isso! AMEI O POST! Beijos no coração, Jojô! <3