Guia pra um Natal mais consciente
4 de dezembro de 2017 POR Jojo COMENTA AQUI!

Hoje é oficialmente a primeira segunda-feira de Dezembro. Gente, como esse ano passou rápido, cês não acharam não?

Pois bem. Dezembro finalmente está entre nós e, logo ali, virando a esquina, o Natal. Aquela época linda de confraternizar, celebrar e… comprar. Sim, o Natal é muito mais do que compras e presentes, mas a gente bem sabe o quanto essas duas coisas acabam fazendo parte da data de uma forma nem sempre positiva.

Comprar presentes pra quem a gente ama é uma coisa linda, um ato de generosidade, uma forma de mostrar aos nossos o quanto eles são importantes pra gente. Porém, presentear sem pensar pode ter impactos negativos na sua vida e neste planetinha. Dívidas, geração de lixo, acúmulo de coisas que a gente não precisa. Coisas que podem ser evitadas simplesmente trazendo um pouco de consciência pro processo de escolha e compra dos presentes.

Então esse post é sobre isso, sobre presentear com consciência. Tá preparada? Então bora lá que tem muita dica boa pela frente.

1. NADA SUBSTITUI O PLANEJAMENTO

Eu sei que você costuma deixar as compras de Natal pra em cima da hora. Eu sei porque eu também tendo a cometer o mesmo erro. Aí sabe o que acontece? A gente chega no dia antes de Natal e corre no shopping pra tentar resolver tudo. E na tentativa desesperada de solucionar o problema, a gente acaba comprando um monte de coisa cara e que não necessariamente são a cara da pessoa que vai ser presenteada.

giphy-3

Escolher o presente certo, aquele que vai fazer o seu bolso e a pessoa presenteada felizes requer planejamento. Tem que botar a caxola pra funcionar! Por essas e outras que eu tô escrevendo esse post hoje e não lá no dia 23 de Dezembro. Justamente pra dar tempo da gente começar a pensar nisso agora e conseguir encontrar uns achadinhos bem bacanas e super em conta nesse Natal.

2. DINHEIRO NÃO É SINÔNIMO DE PRESENTE QUE AGRADA

Bora botar logo uma coisa na cabeça? O presente mais caro não necessariamente é o que mais agrada. Sabe o que eu mais amo quando eu ganho um presente? É ver que a pessoa pensou em mim, que ela me conhece o suficiente pra saber o que eu ia curtir ou devotou o tempo dela pra achar alguma coisa que fosse a minha cara. Esse é o verdadeiro valor do presente, fazer a gente se sentir amado.

giphy

Quantas vezes eu não ganhei um troço caro e que não tinha nada a ver comigo? Daí fica parecendo que a pessoa usou o valor do presente pra mascarar o fato de que ela não prestou muita atenção no que tava comprando.

Então, esse Natal, devote menos din din e mais tempo e dedicação ao processo de escolha dos presentes. Prometo que a pessoa que vai receber o pacote vai te agradecer. E o seu bolso também.

3. SEU PRESENTE NÃO PRECISA SER UMA COISA

Pouco tempo depois que eu e o maridão começamos a namorar a gente resolveu que não ia se dar mais presentes. A verdade é que, apesar de já termos dado coisas muito legais um pro outro, a gente chegou à conclusão de que a gente meio que tinha tudo o que precisava e que ficar acumulando mais coisas não fazia muito sentido. Por outro lado, a gente ama conhecer coisas novas, viajar, viver coisas que a gente nunca viveu.

Então fizemos um pacto de não nos presentearmos mais com coisas, só com experiências. Ano passado, no nosso aniversário de casamento, eu dei pra ele uma semana inteira de “brindes”. A ideia era conhecer um bar novo a cada dia da semana pra que a gente pudesse brindar os nossos dois anos de casamento todos os dias, por sete dias. Reservei um bar pra cada dia da semana, cada um totalmente diferente do outro. Ao fim da tarde de cada dia eu mandava o endereço do lugar reservado pra aquele dia e a hora que ele tinha que me encontrar lá. A semana começou um um brinde de vinho numa das caves mais antigas de Londres, passou por um brinde com champagne num bar art deco bem chique, por uma cerveja num pub de 1600 e terminou com uma mimosa num café da manhã de domingo num jardim no topo de um prédio no centro de Londres.

Isso foi lá em Fevereiro. E ao longo desse ano eu já perdi a conta de quantas vezes ele contou pra amigos sobre esse presente. Toda vez eu me pego com um sorriso no rosto e a certeza de que nenhum casaco caro ou ipad teriam feito ele tão feliz.

Então, pensa aí? Que experiências você poderia proporcionar pra aqueles que você ama? E não precisa ser nada caro. Pode ser um dia inteirinho do lado da sua avó fazendo coisas que ela gosta. Ou um vale-aulas de violão pra sua melhor amiga (se você souber tocar e puder ser a professora melhor ainda). Ou uma consultoria de estilo online pra sua mãe (falei disso no Stories outro dia e mencionei as meninas do Assinatura de Estilo). Um show bacana pro namorado ou namorada. Basta botar a criatividade pra funcionar que as ideias vem.

giphy-2

4. SE O SEU PRESENTE FOR UMA COISA, OPTE POR UMA COISA DO BEM

Tem taaaaaanta marca boa, bonita e do bem por aí. Bora aproveitar o Natal pra ajudar essa galera? E não adianta dizer que é tudo muito caro. Tem bastante opção de qualidade, feita localmente e com preço honesto. Uma ótima alternativa que ainda por cima é super conveniente é ir pra feirinhas e bazares de marcas independentes (tipo o O Mercado, que rola dias 16 e 17 de Dezembro no Rio ou a Jardim Secreto que rola de 06 a 09 de Dezembro em São Paulo). São ótimos lugares pra conhecer e apoiar marcas novas e resolver vários presentinhos ao mesmo tempo.

Outra alternativa bacana é investir em peças de brechó. Eu adoro ganhar presente de brechó. Mesmo sabendo que é possível que eu tenha que ir trocar e não encontre a mesma peça em outra numeração, sei que vou poder me divertir fuçando e achar uma coisa linda e única que eu sei que vou amar.

5. PENSE NO EMBRULHO COM CARINHO 

Embalagem de presente é um troço que gera MUITO lixo desnecessário. Pensa bem, estamos falando de um pedaço de papel feito pra ser rasgado e jogado fora dias depois de ser comprado.

giphy-1

Por isso, no ano passado eu fiz um post inteirinho sobre embrulhos alternativos, opções mais sustentáveis de deixar os seus presentes lindões sem gerar mais lixo pro mundo. Se você perdeu esse post, vale a pena clicar aqui pra dar uma olhadinha. As dicas são super práticas e baratinhas e dão um toque ainda mais pessoal pros seus presentes.

6. NÃO BANQUE O PAPAI NOEL DE SI MESMA

Eu já caí muuuuuito nessa cilada. Chega fim do ano, cai o décimo terceiro e a gente pensa: vou me dar uns presentinhos de Natal porque eu mereço, né? E dá-lhe look pra ceia, pro ano novo, pra viagem de fim de ano. E quando você se dá conta, é janeiro, tem um bando de conta pra pagar e o seu 13º foi todo embora com bobagens.

giphy-5

Que tal se presentear com mais tempo com os seus amigos? Ao invés de ir pro shopping, marca um happy hour com eles. Ou se proporcione novas experiências: um curso de yoga, um fim de semana fora da cidade. Aposto que vai ser mais útil do quem um vestido vermelho que você vai usar uma vez e esquecer na gaveta.

7. PRESENTEIE QUEM PRECISA

Nunca é demais lembrar que o Natal não é sobre compras e presentes. Natal é sobre amor, generosidade, compaixão. É sobre amar o próximo, sobre dividir o que a gente tem.

Entonces, e se esse ano você presenteasse quem mais precisa? E se propusesse que a sua família fizesse a mesma coisa? Dá pra virar um projetão lindo de Natal. Pode ser com dinheiro, pode ser com tempo. O importante é contribuir pra fazer a vida de alguém melhor.

Por coincidência, há duas semanas, eu e o maridão conhecemos um projeto lindo chamado Abraço Campeão, que ensina disciplina e cidadania a crianças do Complexo do Alemão através do esporte. A gente conheceu o Alan, idealizador do projeto e nos apaixonamos pelo trabalho dele. Tanto que resolvemos juntos fazer uma doação pra ajudar a financiar os projetos deles de 2018. A gente também comprou uma fotografia linda de uma das meninas que participa do projeto e vamos dar a obra de presente pra um casal de amigos que tem duas filhinhas como forma de sempre lembrá-las de serem fortes e destemidas. A renda da foto também é revertida pra instituição. Aliás, quem quiser saber mais sobre esse trabalho lindo, vale acessar a página deles no Facebook aqui ó.

O mais legal? Essas pequenas contribuições foram um presente pra mim. Me fizeram me sentir tão bem que nem sei dizer.

Meu plano pra 2018? Doar mais do meu tempo. Me doar pra ajudar os outros. Faz bem pra alma, faz bem pro mundo, faz bem pra todo mundo. Mas isso é papo pra outro post.

giphy-4

 

 

 

 

 

 

Tags:
  • Monica Ximenes

    massa!!!

  • Camilla Motta

    Que post inspirador Jojo!