Dias 182 e 183
1 de setembro de 2011 POR Jojo COMENTA AQUI!

Atrasadinha da Estrela. Sou eu. Ontem foi um dia caótico, cheio de trabalho, correria, problemas, mas a vida é cheia disso né, gente? A gente vai equilibrando os pratinhos e rezando pra nunhum deles cair no chão, né?

Bem, ontem foi dia de trabalhar, trabalhar e trabalhar mais um pouco. E como o tempo maluco tinha virado em SP, optei por um look 100% confortável, quentinho, sem perder o charme (nunca né, Brasil?).

E como vocês podem ver, continuo administrando a minha franjinha como posso. Na verdade, ela não tava me irritando mais não. Mas, como ontem eu precisava do mínimo de distrações possível, resolvi que era melhor prevenir e prender a bichinha logo cedo.

O detalhe de hoje vai para as bijus, responsáveis por uma boa dose do charme que eu comentei lá em cima.

Bem, daí que hoje é um dia especial. Alguém parou pra pensar que chegamos no meio do caminho? Pois é, me toquei outro dia que ano que vem é ano bissexto, o que significa que o blog ganhou mais um dia!!! Sim, serão 366 dias! Portanto, hoje, dia 183, estamos exatamente no meio do caminho.

Eu não sei vocês, mas eu tô me sentindo a Mulher Maravilha. Gente, 183 dias sem comprar não é pra qualquer uma não!!!

Bem, não podia deixar de dizer que, sem o apoio (e a vigilância!!) de vocês, eu não teria chegado até aqui (tô me sentindo no discurso do Oscar!)

Pois bem. Coincidência ou não, eu ganhei um presente ontem. E foi uma das coisas mais legais que eu já ganhei. Primeiro, porque ele veio de um lugar totalmente inesperado. Sabe uma pessoa que você nunca imaginaria que ía pensar em você? Segundo, porque o tal presente tem uma história muito legal por trás. E terceiro porque ele é um tesouro, lindo de viver.

Tá, não é pra fazer mistério. Tão vendo esse óculos lindo aqui embaixo? (atenção, mulherada! Esse formato “gatinho” voltou com tudo para a contemporaneidade fashion!)

Eles pertenciam a avó da Mari, uma querida que trabalha comigo. A avó da Mari era uma daquelas mulheres finas que sabiam que ser elegante não quer dizer abrir mão de conforto. E, além do belo exemplo, ela deixou de herança pra Mari um acervo de primeira de lenços, bolsas e… óculos. E esse aí, a Mari me deu de presente. E eu não posso dizer o quão honrada eu fiquei.

Não podia ter jeito melhor de comemorar meio ano sem compras do que celebrar o vintage com um tesouro desses. Por isso, o look de hoje nasceu daí. Com um pézinho no vintage e um pézinho no excêntrico.

O segredo aqui foi escolher peças contemporâneas, femininas, clean e acessórios cheios de personalidade e perfume vintage: casquete, óculos e bolsa.

É isso. Chegamos ao meio do caminho. E, vamo combinar? Não tá nada doloroso, né? Quem diria que não comprar podia ser tão legal.

Créditos de ontem:

Calça: Maria Bonita Extra
Camisa: American Apparel
Colete: Zara
Ankleboot: Zara
Anel: Asos
Colar: Accessorize
Pulseira: presente da amiga que voltou da Zóropa
Bolsa: Urban Outfitters

Créditos de hoje:

Vestido: AMP
Blaser: Zara
Sapato: Maria Bonita Extra
Bolsa: brechó de Buenos Aires
Óculos: Christian Dior vintage
Casquete: Denis Linhares