O meu “Oi, Setembro” atrasado
3 de setembro de 2013 POR Jojo COMENTA AQUI!
Gente, cês tem ideia de que eu tô tentando postar desde domingo? Mas aí que eu tava com uma tosse danada que me fez ir parar no hospital (tá todo mundo assim também ou só sou eu que não consigo me adaptar a esse tempo maluco?), depois me ferrei de verde e amarelo aqui no trabalho ontem.
A ansiedade toda era porque domingo foi o primeiro dia de Setembro e eu amo Setembro (acho que eu e todo mundo que eusigo no Instagram, porque tava cheio de “Oi, Setembro” por lá no domingão). Mas eu entendo. É que Setembro é aquele mês que você já tá meio de saco cheio do frio e tá louca pra usar roupinhas fresquinhas de novo e eis que ele chega e, quando você pisca, a primavera taí, as flores se abriram e você tá usando tomara que caia de novo.
E eu amo estações intermediárias. Adoro os tons pastéis que o mundo ganha nessas épocas do ano que não são sem o cinza do inverno, nem os laranjas do verão.
Pois bem, por isso, eu fui toda prendada e fiz um post pensando justamente em ser o primeiro post de Setembro, bem no domingo. Mas não rolou. E tudo bem. É que nem quando você dá feliz aniversário e a pessoa fica feliz porque parece que o aniversário dura mais do que um dia só. Pois bem, eu tô dando feliz aniversário atrasado pro mês de Setembro.
Mas chega de lero lero, né? A verdade é que eu tava sem fazer nada no sábado de manhã e resolvi experimentar uma rosquinha de cabelo tamanho GG que eu comprei no Asos pra usar num casamento que eu tenho nessa sexta. Não queria deixar pra só experimentar na hora da arrumação pro casório, né? Vai que fica um horror?
Daí que eu fiz e achei que ficou um glamour só. Juro que queria passar a semana inteira com ela (apesar do meu namorado ter visto e perguntado se tinha um outra cabeça crescendo na minha). Ok, roscão na cabeça e eu de roupão passeando pela casa pensando no resto do look pro post.
Tinha que ser uma coisa, assim, diva, né? Afinal de contas, tinha uma cabeça nascendo na minha e esse esforço não podia ser em vão. Aí lembrei do vestido que veio direto do Japão e que só apareceu por aqui pela metade. Ele é divo, florido e tem cara de almoço riko no fim de semana. Concordam?

Aí, com o vestido, já achei que o look tinha tomado um caminho com cara de Prada, de mulher italiana fina, ultra feminina e sexy sem ser nadica de anda vulgar. Aí enfiei o pé na jaca e ainda joguei o oclão Prada na história.

Por fim, pra não perder o tom dramático do negócio, taquei logo um salto laranja com detalhe no salto em dourado. Afinal, nenhuma combinação de cores poderia se dar tão bem com o clima do look.

Então é isso. Bem vindo, Setembro. Lindo e atrasado. Mas aqui. E que ele seja florido e feliz.

Créditos:

Vestido: brechó no Japão chamado Chicago
Sapato: Arezzo
Roscão: Asos (pra quem curtiu, o link dela tá aqui)
Óculos: Prada
Cinto: C&A