Enquanto a H&M não chega.
4 de outubro de 2013 POR Jojo COMENTA AQUI!
Tem um tempinho que eu tô com vontade de falar sobre algumas comprinhas recentes que me deixaram bem feliz.Na verdade, tudo começou quando eu tava lá em Salvador naquele casamento que eu contei pra vocês que eu ía, lembram?

Fui dar uma passeada no Salvador Shopping e, enquanto esperava o horário que tinha marcado de fazer o cabelo no salão, resolvi entrar na Renner pra dar uma olhadinha. Sabe aquela entradinha sem compromisso? Só pra saber o que tinha lá dentro? Pois é. Mas eu achei um tantão de coisa linda.

E eu fiquei pensando em como tem um monte de gente que tem preconceito com essas redes grandes. Acho engraçado o povo que vira a cara pra uma Renner aqui no Brasil e fica doida da piriquita na H&M em Nova Iorque.

Eu amo a H&M. Acho uma super marca legal. Porque dá pra comprar coisa legal a preços muito bons (qualidade muitas vezes questionável, ok, mas é de fast fashion que estamos falando, né?). Mas abrir a cabeça para marcas como Renner, C&A, Riachuelo, Marisa, etc, pode ser tão vantajoso quanto viajar pra Miami em busca de achados.

E eu tenho visto que, cada vez mais, essas marcas todas acima mencionadas, estão correndo atrás de elevar o nível do design das peças que vão para as araras. Umas mais, outras menos, mas existe um movimento nessa direção. Ok, ainda não estamos no nível das promoções de vestidos a 4 dólares (e quem é fã da H&M sabe que isso acontece por lá), mas já estamos falando de um custo benefício muito melhor do que outras marcas aqui no Brasil, né?

Por isso, o post de hoje foi escolhido à dedo, com meus achados baratinhos dos últimos tempos. Olha alguns deles aqui embaixo:

 

Os dois sapatinhos são C&A e a bolsa (xodó maxi do momento) é Renner.

Aí eu me empolguei e peguei o vestidinho da C&A da coleção da Andréa Marques e um pullover também da C&A porque o dia tá esquisito e parece que vai chover.

 

Achei que a combinação da estampa tropical do vestido ficou hiper fofo com o animal print do sapato (lembram quantas vezes já falamos sobre estampas contrastantes que ficam hiper bem?).

E o cabelinho preso foi justamente pro cabelo escuro não cobrir o detalhe da gola aparecendo por cima do pullover.

E mais lindo? Tudo cabendo no bolso.

Créditos:

Vestido: C&A
Pullover: C&A
Bolsa: Renner
Sapato: C&A
Óculos: ZeroUV