Porque eu amo brechó
18 de outubro de 2013 POR Jojo COMENTA AQUI!
Ah, gente! Fiquei super emocionada que a minha chantagem emocional de ontem funcionou! As hashtags mudaram para #amada, #comovida, #prestigiada. Adorei saber que vocês vêem e curtem os videos! Com certeza deu aquela animada pra filmar amanhã!Mas hoje a minha TPM começou a ir embora e, apesar do dia estar um horror, eu resolvi botar um pouco de cor na vida.

Na verdade, é tudo uma desculpa pra usar o meu novo tricô velho. Eu conto.

Quem acompanha o blog sabe que eu ADORO um brechó. A minha mãe nunca conseguiu entender a minha tara por roupa velha. No início ela achava que eu devia estar precisando muito de dinheiro pra ser obrigada a comprar velharia. Mas a minha adoração não tem nada a ver com alguma dependência química de naftalina.

É que num mundo de fast fashion (que eu também adoro), de vez em quando, é uma delícia encontrar alguma coisa realmente única. Foi essa a sensação que me deu quando ví esse tricôzinho com franjas lá no B.Luxo.

 

Dessas roupas com cara de feliz, né?

Outra coisa das roupas de brechó? Roupa velha tende a ser boa. Roupa que resistiu bravamente ao tempo e a muitos usos.

Claro que, pra isso, tem que escolher bem. Eu gosto do B.Luxo (e o À La Garçonne é outro exemplo por aqui) porque ele tem uma curadoria excelente e só escolhe peças super conservadas, então não corre o risco de você chegar lá e encontrar coisa furada, mofada, com botão faltando, sabe? Quem lembra do vestido de casamento puro luxo que eu encontrei por lá?

Pois bem, se você ainda não é adepta dos brechós, dê uma chance a eles. E se você é, me conta qual o seu preferido! Assim a gente consegue montar um post com dicas de brechós em várias cidades do Brasil (e eu vou ficar louca pra visitar cada um deles!).  Aguardo dicas ansiosamente!

Créditos:

Calça: Maria Bonita Extra
Tricô: B.Luxo
Pulseira marrom e dourada: Accessorize
Pulseiras douradas: presentes de viagem da minha irmã 🙂
Bolsa: Topshop
Batom: Ruby Woo
Óculos: ZeroUV
Sapatos: Zara