Um look para Santiago
27 de outubro de 2013 POR Jojo COMENTA AQUI!
Quem acompanha o @mourajo lá no Insta deve ter percebido que eu passei a semana fora. Tive a sorte de ter que ir até Santiago, no Chile, para algumas reuniões de trabalho (olha que ruim, né?).Eu não conhecia a cidade (e não posso falar que cheguei a conhecer muito nesses dias corridos que passei lá), mas fiquei tão impressionada com o quanto ela é linda que já marquei de voltar lá a passeio no feriado do dia 15 (aguardem um post com dicas de viagem em breve).

De qualquer forma, como a minha estadia rendeu várias perguntinhas no Instagram, já tratei de me antecipar e contar algumas coisas que consegui descobrir nesse pouquinho tempo que tive de sobra por lá.

– Santiago tem H&M: pois é, minha gente. Eles tem e a gente não. E, por sorte (ou não?) eu fiquei bem pertinho do Alto Las Condes, um shopping bacana que abriga uma H&M relativamente grande. Entre uma reunião e outra, fui lá dar um confere e descobri que, não só eles tem H&M, como também tem um monte de outras lojas gringas que a gente não tem por aqui. Se tiver tempo, vale a visita pra botar o guarda roupa em dia com preços bem mais camaradas dos que os brazucas.

– Santiago tem restaurantes incríveis: eu não tive muito tempo por lá, mas indico o Peumayen, um restaurante que usa ingredientes ancestrais chilenos para compor seu menu. O legal é que ele fica bem no meio de Bellavista, um bairro super boêmio e cheio de bares bacanas e gente andando na rua. Bom pra ir à noite. Ah, e tem o Osaka (que tem uma filial aqui em São Paulo), que eu tentei ir, mas não consegui porque não deu tempo de fazer reserva. Além do restaurante ser incrível, ele fica no W Hotel, que vale a visita.

– Santiago tem muito verde: a cidade é cheia de parques e árvores por todos os lados. Vitacura é um bairro delicioso pra passear. Tem muito verde, predinhos fofos, lojas lindas e parques gracinhas com pessoas deitadas na grama tomando sol. Vale uma tarde de passeio.

Bem, por enquanto é isso. Foi o que consegui descobrir nos momentos de folga. Mas prometo que, com a viagem do feriado, faço um outro post bem recheado de dicas. Maaaas, enquanto a viagem não chega, aqui vai um look dessa ida.

Fazer mala pra Santiago essa época do ano pode ser um desafio. Mesmo com o verão se aproximando, a cidade tem sempre um ventinho frio soprando, então, vale sempre ter um casaquinho à mão. É aquele esquema, meio frio, meio calor que é o mais difícil pra se arrumar.

Além disso, o nível de dificuldade aumentava um tanto porque a viagem era de trabalho. Ou seja, mala pra calor e frio e arrumadinha. Nada de calça jeans e cardigã.

Mas é na adversidade que a gente se supera, né? A solução foi apostar no PB como eixo central de cor na mala. Isso significou um tricô PB que dava pra usar com várias produções e acessórios brancos também pra combinar com tudo. O toque final foram algumas peças coloridas pra dar um toque de personalidade e deixar tudo com menos cara de inverno e mais adequado aos dias ensolarados que a gente pegou por lá.

A saia amarela foi um super trunfo. Ela tinha um comprimento bom pro look trabalho, mas a cor deu outra cara pro look. Além disso, apesar de amarelona e com com cara de dia de sol, ela tem um tecido mais grosso e pesadinho, o que combinou com o esquema trabalho e o ocasional ventinho frio.

Por fim, a franjinha foi estrategicamente presa pra não dar trabalho ao longo do dia (quem tem cabelo oleoso e franja bem sabe do que eu tô falando). Assim ficou mais prático e arrumadinho o dia todo.

Então, se você tem mais dicas de Santiago, manda pra mim! Vou ficar hiper feliz de testar todas as dicas em breve e depois postar aqui no blog. 🙂

Créditos:

Saia: Topshop
Blusa: lojinha na Augusta (esqueci o nome)
Cinto: Mars by Marc Jacobs
Tricô: Zara
Sapato: Zara
Óculos: ZeroUV