Com vocês, o cabelinho novo
9 de Fevereiro de 2014 POR Jojo COMENTA AQUI!
Depois de meses de ponderação, eu resolvi cortar o cabelo. Não sei se foi o calor ou uma vontade incontrolável de, simplesmente, mudar. Que mulher nunca passou por isso?Eu nunca fui dessas meninas que tem medo de cortar o cabelo. Pelo contrário, sempre adorei me ver no espelho de cara nova – deve ser coisa de ariana. Eu lembro que, com uns 12 anos, eu tinha cabelo até a cintura. Um dia, pedi pra minha mãe me levar no salão e cortei na altura do ombro. Foi uma sensação tão boa que dois meses depois fui no salão de novo e pedi pra cortar tipo joãozinho. Foi aí que o meu apelido no colégio virou Cogu (de cogumelo) e eu resolvi deixar crescer um pouco de novo.

Mas tem alguma coisa mágica sobre cortar os cabelos. Não tô falando de aparar. Tô falando de mudar mesmo. Parece que, quanto mais a gente corta, mais a gente sente que os problemas vão caindo junto com as mexas de cabelo que vão pro chão.

Cheguei lá com a carga da semana pesada nas costas e saí 1 hora depois me sentindo novinha e prontinha pra dominar o mundo. Então, sem mais delongas: essa sou eu e esse é o meu novo cabelinho.

Essas fotos já são de sábado, dia seguinte à grande mudança, mas eu resolvi deixar ele lisinho assim, exatamente como saí do salão, pra vocês verem o corte. Uma coisa meio Mia Wallace, né?

Eu sei, o corte mais curtinho acaba restringindo bem mais as nossas possibilidades de arrumações e penteados (adeus coque rosquinha por um bom tempo). Mas nada como um novo desafio pra gente abraçar, né? (ontem mesmo já fiquei testando dar uma cacheada, em breve mostro resultados).

Ah, mas vamos ao look, né?

Sabadão de calor e eu tinha uma festa de criança pra ir. A ideia era um look fresquinho e confortável, ah, e alegre pra combinar com o clima festa. E, aproveitando o clima de refresh do cabelo novo, resolvi desenterrar um vestido amado lá no fundo do armário. Ele é da Maria Bonita Extra, da coleção que eu mais amei na vida, inspirada nas bandeirolas do Volpi, como não amar?

O que eu mais amo é que dá pra usar ele como camisão, folgadão (perfeito para almoços de domingo em que você quer comer sem se preocupar em desabotoar a calça), mas também dá pra usar com um cintinho pra marcar a cintura (originalmente, ele vinha com uma faixinha preta pra amarrar na cintura, mas eu gosto mais com um cintinho).  Eu acho que fica um conjuntão tão feminino.

Arrematei o look com detalhes de beleza: batom vermelho e unhas pretas (pintei hoje, acho que como um ato de rebeldia contra o verão selvagem e sem chuva que tá rolando essa semana em São Paulo).

É isso gente. Tô feliz. Espero que vocês tenham gostado do cabelinho novo. (quem gostou elogia muito? sabe como é mulher depois de cortar o cabelo, né?). Aliás, tô preparando um videozinho pra mostrar o dia do corte! Aguardem!

Bom domingo procês!

Créditos:

Vestido: Maria Bonita Extra
Cinto: Shoestock
Sapato: Corello
Óculos: Marc by Marc Jacobs
Batom: Ruby Woo da MAC
Esmalte: Knockout da Revlon