Semana Divas de cabelo curto: dia 5 – Coco Chanel
17 de Fevereiro de 2014 POR Jojo COMENTA AQUI!
Era pra eu ter terminado a semana das divas de cabelo curto no fim de semana. Porém, os meus pais chegaram na sexta-feira pra passarem o fim de semana lá em casa e acabou que eu tava com tanta saudade e a gente queria fazer tantas coisas juntos que eu esqueci de bloggar.Mas, antes tarde do que nunca, cá estou eu pra fechar com chave de ouro a nossa semana de inspiração capilar.

O último dia de divas não podia ser de outra pessoa. É dela a frase que melhor define a libertação que um bom corte de cabelo representa para uma mulher:

Traduzindo: A mulher que corta seu cabelo está prestes a mudar a sua vida.

E não é isso mesmo? A gente corta o cabelo e o mundo continua exatamente o mesmo. Mas a gente muda por dentro. É como comprar uma roupa nova que a gente usa por dias seguidos sem cansar.

Voltando à nossa diva. A eleita de hoje fecha a nossa semana com chave de ouro porque ela era muito mais do que uma diva de cabelo curto. Ela era uma mulher à frente do seu tempo. Aquela pra quem a gente tem que agradecer por não ter que andar por aí de corselet apertando os peitos (imagina passar o dia no escritório usando uma coisa dessas?). Deu pra adivinhar, né?

Coco é a diva das divas. A mulher que inventou tudo o que hoje a gente considera clássico.

O cabelinho não é igual. O dela ela usava cacheadinho atrás, bem no estilo dos anos 10/20, mas, para efeitos desse post, consideraremos várias adaptações como licenças poéticas. Por exemplo, eu queria um shape pro look que lembrasse o shape da época, ali pós primeira guerra. Achei essa saia perfeita: larguinha e abaixo dos joelhos. Faltava só ser preta pra ficar com mais cara de Mademoiselle, mas taí a licença poética que mencionei.

Voltando ao shape, queria um look que não marcasse a cintura. Então, aproveitei pra incluir outra referência à nossa musa do dia: listrinhas PB. Bom que São Pedro colaborou com o look e mandou uma frente fria aqui pra São Paulo que fez a temperatura baixar bem e eu poder tirr o meu tricôzinho do armário sem problemas.

 

Por fim, eu queria uma referência às bolsas de alça de corrente que a nossa diva inventou. Mas, como eu já tava de listras e shape anos 20, achei que uma bolsa comprida de corrente seria um pouco óbvio demais. Acabei optando por uma bolsa-saco, com alça de corrente mais grossa e mais curta. De novo, licença poética. 🙂

Espero que vocês tenham gostado da nossa primeira semana temática do ano. Eu confesso que foi um jeito maravilhoso de me acostumar com o cabelinho novo (no primeiro post, aquele da Mia Wallace, eu ainda tenho a sensação de que ele tava com cara de peruca).

E amei também a participação de todas vocês pra eleger as nossas divas. Então, aproveitando a deixa, por que a gente não pensa juntas no tema pra próxima semana temática? Que cês acham? Muitas cabeças juntas pensam melhor do que uma. Então, abre a sua mente e derrama criatividade aí nos comentários. 🙂

Créditos:

Saia: Zara
Pullover: H&M
Bolsa: Marni
Sandália: Enjoei
Óculos: Ray Ban