Entre um C e outro, vamo de Tibidabo
14 de julho de 2014 POR Jojo COMENTA AQUI!
Quem acompanha o meu perfil (@mourajo) no Instagram, viu que ontem eu cheguei de Barcelona e fui diretinho pra Brasília pra ver o jogo do Brasil. Peninha que perdemos, mas valeu cada realzinho gasto pra ter a experiência de ir a um jogo da Copa.
A cidade tava linda, o estádio tava lindo, até o aeroporto tava bacanudo (ainda em obras, porém bacanudo). Mas, mais do que tudo, foi o máximo poder cantar o hino, gritar pro Felipão, tietar o Neymar (que tava no banco bem na nossa frente) e aplaudir a Holanda ao final do jogo.
Hoje, nem se fala. Não fui no Maraca, mas fiquei, aqui de casa, torcendo pra Alemanha e vendo pela TV a comemoração linda do fechamento da Copa mais animada de todos os tempos. Parabéns pra gente, povo brasileiro, que deu um show de carisma e simpatia e parabéns aos gringos que vieram de todas as partes do mundo e souberam bem aproveitar tudo o que a gente tem pra oferecer.
Bem, fim de férias, fim de Copa e amanhã começo um emprego novo (status emocional: animada/amedrontada – não é sempre assim com novas aventuras?). E, como emprego novo combina muito com roupa nova, amanhã tem post sobre as compras de viagem e um look novo com carinha de trabalho. Yey!
Maaaaaas, enquanto amanhã não chega, resolvi fazer um post sobre um dos meus lugares preferidos da viagem e que não se encaixava exatamente em nenhum dos nossos “C”s (lembram? Comida, Cultura e Compras). Acho que a classificação dele seria mais pro lado do entretenimento (ou simplesmente, a categoria de belezuras em geral).
Antes de dizer qual é o tal lugar, cês lembram que eu falei que andava pra cima e pra baixo de shortinho e blusa? Pois então…

Nesse look, eu misturei um shortinho vermelhor de estampa étnica, com uma blusinha de renda branca. Se a blusinha fosse só mais uma camisetinha branca teria ficado fofo e básico, mas o fato dela ser de renda faz com que o look ganhe um outro nível de complexidade e personalidade. De novo, provando que basta um pouquinho de criatividade pra provar que a combinação de short e blusinha rende muito.

Pra ficar ainda mais interessante, escolhi usar os meus slippers listradinhos PB. Outro elemento novo e diferente pro look, mas que não briga com os demais.

Bem, então vamos ao local misterioso.

Quem é aficcionada por Friends como eu, com certeza já ouviu falar dele. Olha aqui um refresco pra memória:

Pois bem, tenho o prazer de informar que o Monte Tibidabo existe e, sim, ele fica em Barcelona. Sobre o lago que o Joey comenta, aí eu não sei informar. Mas posso afirmar com muita certeza que lá em cima, lá no alto, com a vista de Barcelona inteirinha ao fundo, fica um dos parques de diversões mais lindos que eu já ví na vida.
Antes de falar do parque, mais fácil falar da Igreja que fica lá em cima também. Ela acaba sendo um ótimo ponto de referência pra você saber exatamente onde é Tibidabo, olhando de qualquer ponto da cidade: olhe pro horizonte e procure o monte mais alto com uma igreja em cima. Pronto, achou.
A igreja por si só já é linda e vale uma entradinha uma vez que você já está lá em cima. Mas o que realmente me encantou foi o parque de diversões praticamente suspenso em cima da vista deslumbrante. Fun fact ainda mais encantador: o parquinho tem mais de 100 anos, o que faz com que ele tenha uma cara deliciosamente vintage.
O mais legal é que os caras realmente sabem tirar proveito da localizaçãõ: vários dos briquedos foram feitos pra que você possa apreciar ainda mais a vista. O meu preferido? Sem dúvida a roda gigante. Além de linda e colorida, faz a gente ter um pouquinho a sensação de estar voando (ah! e é o ponto perfeito pra tirar fotos).

 

 

(olha eu e a Gopro aí, gente!)

Mas as atrações nas alturas não param na roda gigante. Eu fiquei encantada com esse aviãozinho. Como brinquedo ele é bem bobinho, mas a vista…

 

Para farra garantida: recomendo enfrentar a fila pra entrar no Hotel Kruger, uma espécie de casa do terror deles. A fila em si já é muito engraçada porque você já fica observando as pessoas saindo gritando e as crianças saindo chocadas pela porta de saída logo ao lado. (eu entrei e gritei bastante).

INFOS PRÁTICAS:
Como chegar: o jeito mais fácil é pegar o ônibus azul na Praça Catalunya que vai direto (o trajeto demora cerca de 35 minutos). O outro jeito é pegar o tram ( espécia de bondinho) na praça John Kenedy, início da Avenida Tibidabo e depois pegar o funicular pra chegar até o topo.
Quanto custa: o ingresso para entrar no parque não é dos mais baratos: 28,50 euros por pessoa. Mas a gente aproveitou muito!
Leve a sua câmera!

Agora fala se o lugar não é um encanto mesmo?

Créditos: Short: Forever 21
Blusa de renda: Forever 21
Sapato: Schutz