“Odiei”
12 de agosto de 2014 POR Jojo COMENTA AQUI!
Eu queria começar a semana falando sobre uma coisa que, desde que eu comecei o blog, nunca consegui entender perfeitamente. Talvez esse post me ajude. Vamos lá.Na quinta-feira passada, acordei e segui a minha rotina praticamente diária. Acordei, tomei um banho, abri o armário e passei uns 5 minutos pensando no que usar. Escolhi uma peça, outra, uma bolsa, um sapato e olhei no espelho. O que apareceu ali na frente, refletido no vidro, foi um look controverso: amplo, cheio de sobreposições, que escondia a cintura e deixava boa parte do corpo coberto.

Ok, ele era esquisito. Eu admito. E nem precisei postar para admitir. Ele era estranho mesmo. Mas resolvi ir adiante mesmo assim. Ok, ele era estranho, mas era divertido, diferente e uma delicia de usar.
Mas, mais do que qualquer outro critério, o melhor e mais importante foi, simplesmente, ter me sentido bem com o que aparecia refletido ali na minha frente.

Saí do quarto, parei na frente da minha porta amarela e fotografei o tal look estranho. Editei as fotos e postei.

Não é de se espantar que o look não fez muito sucesso. O post, que falava de cor no inverno, não teve muitos comentários, o link no Facebook não ganhou cliques e a foto no Instagram não ficou entre as mais curtidas. E tudo bem. Faz parte da vida de qualquer pessoa que faça do compartilhamento de informações parte da sua rotina.

Mas esse post não teria razão de existir se a história tivesse parado por aí.

Baixando o scroll dos comentários do Insta, me deparei com um: “Odiei”.

No meu email chegou um comentário pro blog que dizia: “Que merda é essa?”.

E eu te pergunto meu amigo, minha amiga, caro internauta: de onde surge tanta raiva?

Fiquei tão intrigada pela história que fui dar uma passeada virtual pra entender como é que a coisa rola em outros blogs. Não que isso nunca tivesse acontecido por aqui, pelo contrário, já tivemos alguns posts que despertaram ira virtual. Mas eu nunca tinha me dado muito ao trabalho de prestar atenção.

Na minha mini pesquisa de blogs vizinhos, veio o susto. Como tem gente mal educada na internet! Mal educada mesmo! Ó, vou fazer um paralelo pra vocês verem como o nome disso é falta de educação mesmo:

Situação hipotética:

Você está andando pela rua e esbarra com uma conhecida (veja bem, nem vou usar o termo “amiga” pra não forçar a barra). A conhecida cortou o cabelo de um jeito novo que você achou bem estranho. O que você faz?

a) comprimenta a fulana e não menciona o cabelo
b) mente pra deixar a fulana feliz dizendo que o cabelo dela tá suuuuuper legal e combinou pra caramba
c) menciona o cabelo sem fazer muita festa ou usa um termo tipo “exótico” pra descrever o resultado
d) simplesmente solta um: “Odiei. Que merda é essa que você fez com o seu cabelo?”

Bem, acho que não precisa ser muito gênio pra perceber a diferença da última resposta pras três primeiras. Três palavrinhas: falta de educação.

E, aos mal educados internéticos, só queria frisar que, só porque a falta de educação é virtual, ela não deixa de ser falta de educação. Podem chamar de haters, porque fica mais chique se falar em inglês, né?  Mas, pra mim, esses odiadores não passam de mal educados.

Ah e, sem querer ofender ninguém, esse foi o look de hoje: o meu tricô laranja e uma saia lápis. Porque eu ouço e aprecio os comentários de quem critica com educação. Ok, ainda não tem cintura, mas eu gostei muito do resultado mais sequinho da parte de baixo. 🙂

 

 

 

Créditos:

Saia: Asos
Tricô: Zara
Sapato: C&A
Bolsa: Kate Spade
Óculos: Zara