Uma pólo branca (e o motivo especial dessa sexta-feira de branco)
24 de outubro de 2014 POR Jojo COMENTA AQUI!
De uns tempos pra cá, tenho usado branco na sexta-feira com muito gosto. Talvez seja saudade da Bahia, talvez seja a vontade de atrair energias boas (e se blindar das ruins), ou talvez, seja só o verão virando a esquina e o branco.Mas, hoje, acho que a sexta branca tem um significado especial: amanhã é um dia muito especial. O casamento com festa, vestido-de-noiva, champagne e tudo mais é só em fevereiro, mas amanhã é dia de assinar a papelada.

Pois é, minha gente, amanhã viro uma moça comprometida pela lei. Ó que lindo.

Então, acho que o branquinho de hoje é quase uma preparação mental para esse momento amanhã. Por isso ele é tão especial.

Então vamos a ele.

Saia branca e pólinho branca.

A saia, vocês já tão carecas de conhecer, né? Então, vamos à pólo. Eu confesso que não uso muito (já usei mais, lá no início do blog), mas adoro a ideia de uma pólo legal. É confortável, tem esse clima meio esportivo, mas transmite uma elegância tão casual que me faz suspirar.

A verdade é que muita gente torce o nariz pras pobres polinhos simplesmente porque usá-las de um jeito que fuja do clichê não é tão fácil. Pensa aí, a primeira coisa que vem à cabeça quando você pensa em camisas pólo. Meninas jogando tênis? Ou mamães americanas com bermudões cáqui indo buscar os filhos na escola?

Eu, particularmente, sempre tive uma queda pelo estilinho tenista. Acho a coisa mais chique do mundo. Mas a verdade é que a pólo pode ir muito além do óbvio.

Eu sou particularmente apaixonada por essa campanha que a Lacoste fez, que mostra a famosa camisa em duas lindas sobreposições com looks que são puro glamour.

Ok. O meu look é bem mais modesto. E eu nem tô sugerindo que ninguém vá pra baile de gala com camisa pólo por cima do vestido. Mas nada impede que a gente comece a pensar um pouquinho diferente sobre essa peça clássica.

Essa foi a minha tentativa de hoje. Conseguir montar um look com a minha polinho branca (presente dos meus pais no Natal do ano passado – ambos são super partidários da Lacoste). Ela é bacana porque já tem uma bossinha: mais botões (que permitem um decote maior e menos careta) e um detalhe fofo em amarelo.

A minha proposta foi usar a pólo de um jeito super feminino: com saia evasé e cintura super marcada.

Por fim, o salto branco e os brincos grandões fora as cerejas do bolo pra dar ainda mais charme e feminilidade.

E assim, bem leves, a gente termina essa semana. Amanhã é sábado e tem post cheio de amor (e cheio de branco de novo).

Bom fim de semana procês!

Créditos:

Saia: Zara
Camisa pólo: Lacoste
Sapato: Zara
Brincos: Topshop