Post patrocinado: a brasilidade da Grimmer
26 de Janeiro de 2015 POR Jojo COMENTA AQUI!
Eu amo descobrir marcas novas, brasileiras, que estão começando e já tem um trabalho lindo e cheio de dignidade pra mostrar. Geralmente, eu as encontro, fuçando por aí por essa net sem fim, ou xeretando achados das amigas (nada como ter amigas que sabem das coisas). Mas com a tal marca que falaremos hoje, o negócio foi um pouquinho diferente: eu tava lá sentadona no meu sofá, postando e vendo Downton Abbey e a Grimmer me encontrou.O email que eu recebi falava mais ou menos assim ó: “Jojô, a gente gosta de você e queria fazer uma parceria. Somos uma marca brasileira que faz bolsas de couro estampadas. A nossa última estampa foi inspirada no Inhotim.” Pronto. Bastou isso e a Grimmer ganhou o meu coração.

Quem lê o blog sabe que eu já estive lá no Inhotim e voltei simplesmente apaixonada. Pra quem não conhece, trata-se do maior museu a céu aberto do Brasil, e fica localizado logo ali em Brumadinho, pertinho de BH. As meninas da Grimmer, também amaram Inhotim e usaram fotos de lá (tiradas por elas mesmas) pra compor a estampa “Inhotim” que enfeita várias de suas bolsas dessa coleção.

O mais legal, na verdade, é que a inspiração brasileira não pára em Inhotim, a outra estampa da coleção foi inspirada num painel do Burle Marx que fica dentro do Instituto Moreira Salles no Rio.

Bem, conversamos, elas me contaram tudo da marca e me mandaram a bolsa maxi Inhotim pra eu mostrar por aqui. Fiquei chocada quando ela chegou aqui em casa porque a bichinha é maxi mesmo. Cabe a vida, cabe o mundo, cabe gato, cachorro, papagaio. O legal é a maneira como elas usaram a estampa, num desenho super geométrico que valoriza o design da bolsa e com a aplicação do couro verde que dá um super contraste bonito com o preto e com a estampa.

Daí fui pensar num look pra usar com a bichinha e cheguei à conclusão de que ela deveria ser o centro das atenções. Bolsas com muita personalidade trazem essa facilidade pra vida da gente: não precisa de muito mais do que ela pra compor um look. Entonces, optei por um vestidinho preto básico e um maxi quimono (falo dele pra vocês num outro post – haja história pra contar!). Já que a bolsa era maxi, achei que o maxi quimono complementou bem o look e, como ele é de seda, nada poderia ser mais levinho.

Cabelo solto, meio juba mesmo e look all black. Praticamente um quadro negro no fundo pra deixar a bolsa aparecer.

É isso, minha gente. Deixo aqui o meu pleito pra gente revirar esse Brasil em busca de marcas nacionais e bacanas como a Grimmer (e a MyFots, a Nuage, a Adô, todas essas que a gente tem o meio prazer de mostrar pot aqui). Tem tanta marca brasileira legal, tanta gente criativa e bacana produzindo coisas de qualidade e com inspirações lindas, que a gente tem que prestigiar.

Então, se você conhece uma marca local que é linda e você ama, manda pra mim também! Vou amar conhecer e contar pra todo mundo por aqui!

Créditos:

Vestido: Youcom
Quimono: Kimonaria
Bolsa: Grimmer
Sandália: Melissa