A brincadeira de combinar pratos
7 de Abril de 2015 POR Jojo COMENTA AQUI!

Imaginem uma pessoa que vem morar em outro país e traz consigo apenas as malas de roupa (pra quem estiver se perguntando aí, foram só três).Aí você aluga um apartamento e ele vem… vazio. Ok, pra ser mais justa vou admitir que ele veio com armários, geladeira e fogão. Ponto.

A gente chegou e foi logo comprando cama (porque eu não tenho mais idade de dormir no chão) e… pratos. Sim! Itens essenciais para a vida e o primeiro passinho da construção do nosso novo lar.

Mas, já que estamos começando de novo, resolvemos, dessa vez, fazer tudo diferente. Inclusive os pratos. A coisa mais prática a se fazer seria comprar um conjunto de pratos iguaizinhos, mas pra que, né?

Resolvemos brincar de achar pratos diferentes e montar o nosso próprio conjunto. Afinal de contas, quem nunca se apaixonou por um pratinho e pensou: ah, mas eu não preciso de prato, já tem o conjunto lá em casa. Ok, talvez você nunca tenha pensado, mas não é legal? Poder ter cada um com uma carinha, cada um com o seu charme?

O legal é que dá pra achar muita coisa linda e barata em feirinhas de antiguidade, brechós, exército da salvação. E aí você vai misturando: um novo, com um velho, um mais moderninho com um mais antiguinho, um baratinho com um médio. Os meus dois preferidos do momento são esses aqui ó:

O primeiro eu achei numa lojinha de museu (no Academy of Sciences, que fica aqui no Golden Gate Park), o segundo, achamos numa Good Will Store (dessas lojas que vendem coisas usadas para arrecadar fundos pra alguma causa). Acaba sendo um jeito baratinho e divertido de deixar a casa com um toque ainda mais pessoal, ainda mais com a sua cara.

O que a gente foi tentando fazer ao longo da escolha dos pratinhos foi tentar comprar coisas que, mesmo diferentes, combinassem entre si (pra quando montar uma mesa grande, não ficar uma esquizofrenia). E até agora tem dado certo. É como combinar estampas diferentes num look. Procura elementos em comum e se joga.

Falei que a gente ia montar a casa juntos, né? E sem gastar muito que a pessoa não tá podendo. Bem, primeiro passinho dado. Vai ficar uma lindeza isso aqui, cês vão ver.