Porque as culottes vieram pra ficar
18 de junho de 2015 POR Jojo COMENTA AQUI!
Acho que já é de conhecimento público que eu sou fã das tais culottes. Quem costuma ler esse blog aqui que vos fala com certeza já me viu usando uma e posando na frente de uma porta amarela ou de um papel de parede grudado com fita crepe.Sim, essas calças de boca larga que vão até o meio das canelas conquistaram o meu coração desde que comecei a vê-las por aí por essas vitrines da vida.

Eu sei, eu sei. Elas são tudo menos convencionais. São largonas, estranhas até.  Mas eu adoro uma estranhice e tenho a teoria de que o que nos parece estranho hoje pode ser absolutamente normal (e lindo) amanhã.

Pois eu acredito que essas calças lindamente diferentes não são dessas modinhas passageiras. Elas vieram pra ficar e esse post aqui é pra comprovar o quão úteis e versáteis elas podem ser. Bora ver?

CASUAL CHIC
Pensa numa pantalona, aquele troço todo chique e exuberante e exótico. Aí alguém foi lá e cortou a barra. Ou seja: aquela coisa chique, exuberante e exótica, agora ganhou um aspecto fun e descontraído. Mas ainda assim dá pra usar com tudo o que você usaria com a sua pantalona: camisa social, blazer justinho, sobreposições com camisa e pulôver. E aí temos um look de trabalho super moderninho e cheio de personalidade.

Pra um look ainda mais descontraído (pro final de semana?) basta substituir o sapato mais formal por um tênis ou uma rasteirinha charmosa.

O NOVO JEANS
Ainda dentro do clima casual e já que a gente falou de jeans a semana inteira, né? De uns tempos pra cá tenho me deparado com modelos lindões de culottes jeans! Sabe essa história de que, quando você tá grávida, começa a ver gente grávida pra tudo que é lado. Pois eu tô assim com as culottes jeans.

Desde que ví uma na Gap (e não comprei porque tava carinha), não páro de ver um monte por aí. E acho cada uma mais linda do que a outra. E nada como uma modelagem diferente pra dar um upgrade no nosso combo preferido jeans + camiseta.

BLOCO DE COR
Um jeito super charmoso de usar culottes: um look inteirinho de uma cor só que brinca com diferentes texturas. Calça plissada com casado de lá, calça de couro com top de camurça, calça de renda com casaqueto de franjas. O segredo é apostar numa cor do início ao fim e criar o contraste através das texturas.

Eu amo looks com texturas diferentes, então sou suspeita pra falar. Mas, de quebra, o bloco de cor ainda ajuda a alongar a silhueta.

PRA ALEGRAR A VIDA
Nada como uma estampa linda e alegre pra levantar o humor da gente, né? Mas a verdade é que a estampa pode ter a cara que você quiser. Pode ser mais discreta, mais sóbria, mais romântica, mais abstrata. Você que manda.

Eu adoro um mix de estampas. E não tô dizendo que não pode (porque tudo pode), mas, como a calça já é marcante e a estampa vai ressaltá-la ainda mais, prefiro combinar com peças mais neutras na parte de cima.

CHIQUE SIM!
Até agora a gente só falou de descontração e looks casuais. Mas a beleza das culottes é que, basta apostar num tecido mais chique que a coisa toda muda de figura. Modelagens super amplas pra dar dramaticidade também ajuda.

Claro que a parte de cima precisa condizer com o chiquê da parte de baixo. Eu gosto da ideia de usar um blazer ou capa bem charmosos na parte de cima, ou ainda um top mais estruturado.

PRO INVERNO
Quer dizer que só porque elas são calças mais curtas do que o habitual não pode usar no inverno? Claro que não, gente! Pode usar sim! Com botas de cano alto bem justinhas ou até com sapatos mais fechados.

E, como eu sempre teimo em dizer por aqui, não é porque é inverno que tudo tem que ser marrom e preto e escuro. Olha quanta inspiração colorida linda? Vale aproveitar e testar um belo color block com cores bem contrastantes entre parte de baixo e parte de cima.

OU PRO VERÃO
Lógico! Afinal de contas o que foi que eu falei lá no início do post? Que essa moda não é passageira e veio pra ficar. E se ela veio pra ficar mesmo tem que sobreviver em qualquer estação.

Coisa mais fácil, basta catar as suas culottes e tacar uma regatinha ou um cropped top por cima. Ah! E uma sandália bem bonita e fresquinha nos pés. Afinal de contas, ela vai aparecer bastante!

Agora inspiração é o que não falta. Já tá achando menos estranha? Ou já tá achando lindona mesmo? Eita que já tô pensando no look de mais tarde!