Glastonbury: renovando a fé nos looks de festival
1 de julho de 2015 POR Jojo COMENTA AQUI!
Esse final de semana rolou Glastonbury, o festival de música que começou nos anos 70 e cresce a cada ano, atraindo gente do mundo inteiro para o interior da Inglaterra.Assim como acontece com o Coachella, Glastonbury também atrai jornalistas de moda e fotógrafos de street style ávidos por capturar looks diferentes e criativos de anônimos e famosos que circulam no festival.

E eu confesso. Sou bem apaixonada por street style. Me inspiro 10 vezes mais vendo Facehunter do que lendo revista de moda. Então toda vez que tem festival eu corro no dia seguinte pra dar uma futucada nos sites de estilo desse mundão, pra ver o que o povo andou vestindo.

No Coachella, a minha pesquisa rendeu esse post que cês devem lembrar em que eu perguntava por que a mulherada tava toda vestida igual. Pois bem. Chegamos em Glastonbury e lá vou eu fuxicar as internet de novo.

Olhei em uns 8 sites diferentes. Ví muuuuuito look. Lógico que encontrei franja e chapéu de feltro e coroas de flores. Sempre vai ter. Maaaaaas, pra minha grata surpresa, ví tantos estilos diferentes, tantas ideias boas, algumas super novas, outras que a gente já viu mas nunca cansou de amar. Só sei que meu coração fashion se encheu de alegria e esperança.

Tanto que resolvi fazer esse post aqui com as coisas mais legais que encontrei só pra ver se elas inspiram vocês também. Bora?

Como é bom ver gente de shortinho e camiseta com um belo de um casaco amarrado na cintura. Tem coisa mais gostosa de usar pra dançar e pular. E dá pra dar mais personalidade a esse combo básico com óculos espelhados super charmosos e um aplique de penas no cabelo só pra dar um clima mais boho.

 

O legal de Glastonbury é que, apesar de rolar durante o verão Europeu, o tempo lá nunca costuma ficar muuuito quente. Pelo contrário, chuvas e até um friozinho são bem frequentes. Por isso, dá pra encontrar um bando de look bacana e rock’n roll perfeitos pro inverno brasileiro. Eu amei essa jaqueta de couro com manga de lã e bordado de caveira nas costas.

 

Ok que o clima de festival acaba caindo, com frequência, numa coisa meio hippie, mas dá pra ser flower power de jeitos super originais. Eu amei esse vestidinho super básico com perfume 70s que deixou o bom humor da bolsa de margarida ser a estrela do show.

Falando em acessórios, esse look aqui de cima é praticamente só isso. A simplicidade de um moleton preto e um shortinho que foram elevados a outro patamar por conta do detalhe da bolsinha com o lenço amarrado. Charme puro.

Mais um casaco amarrado na cintura, mas olha que estampa bacana! Amei também o contraste do amarelo com a base do look total preto. E o maxi colar pra finalizar, super lindo.

Blusinha girlie e óculos meio perua, ambos super femininos pra contrastar bem com a calça jeans rasgada nos joelhos e a galocha Hunter. Sim! Não dá pra falar de Glastonbury sem mencionar essas botas de borracha que se tornaram quase uniforme oficial pra quem quer dançar na lama (que todo ano teima em fazer parte do evento) sem se preocupar.

Eu sei, muita gente não defende o uso de macacões em festivais por conta do drama todo pra fazer xixi. Mas eu defendo que um macaquinho pode ser amigo, sim, do banheiro químico (contando que seja curtinho e folgado, pra dar aquela jogadinha pro lado – cês entenderam, né?). E como é fofo o bichinho, né? Ainda mais nesse estilinho meio pin up com lencinho amarrado na cabeça.

Por fim, duas celebridades que fizeram bonito (na minha humilde opinião). A primeira: Alexa Chung, it girl profissional e diva de 10 a cada 10 fotógrafos de street style. A moça arrasou com um vestidinho prateado, super diferente de tudo e todos,  que contrastava lindamente com sua jaquetinha jeans. Simples assim. Coisa de profissional mesmo.

 

Por fim, o look da Adele. Estou aqui babando com essa bata da moça. Achei boho sem ser nada cliché, lindo, feminino e cheio de personalidade. E ela ainda deu o xeque-mate com essa bolsinha basiquinha da Chanel no tom perfeito pra complementar a bata.
E aí? Deu pra se inspirar? E tô aqui já querendo montar um bando de look e pensando na mala que vou levar pro Lollapalooza (sim, vamos pro Lolla em Chicago no finalzinho do mês!). Contagem regressiva, 1, 2, 3 e já!