5 coisas que eu aprendi usando animal print
21 de outubro de 2015 POR Jojo COMENTA AQUI!

 

Uma coisa boa da gente ficar fazendo look do dia por tanto tempo (sim, já são 5 anos) é que a gente acaba com um belo de um arquivo pra se inspirar nos dias em que o armário parece que não tem nada dentro.

Dia desses tava passeando aqui pelas abas do blog e parei pra reparar quanta coisa eu aprendi nesse tempo de fotografar look. Truques que, láaaaa atrás, quando tudo isso aqui começou, não eram nada intuitivos e eu tive que ir descobrindo e, hoje, são salvadores da pátria.

Pensando nisso, resolvi começar a fazer uns posts meio túnel do tempo, mostrando looks antigos e as coisas que eles me ensinaram. Bom que a gente relembra os truques e, de quebra, ainda dá umas risadas com os meus looks de outrora.

Resolvi começar com uma tendência que já virou clássica. O animal print pode parecer um padrão meio perua, mas a verdade é que ele pode ser tão versátil quanto o seu pretinho básico.

Ao longo desses anos de UASZ, estampas de oncinha, zebra e até dálmata figuraram muuuuitas vezes por aqui e me ensinaram um tanto de coisa. Vamos a elas:

 

1. COMBINAR ANIMAL PRINT COM OUTRAS ESTAMPAS NÃO É TÃO DIFÍCIL QUANTO PARECE 

Eu sei, parece complicado. Pra facilitar pense no seguinte: oncinha é só uma versão mais elaborada do poá. Já a zebra é só uma versão menos cartesiana do listrado e, vamos combinar, né? Depois desse tempo todo de UASZ você já sabe combinar listras e bolinhas com qualquer coisa, né?

Basta lembrar da nossa regra principal de combinar estampas: CONTRASTE. Junte padrões de proporções bem diferentes e, se possível, que tenham alguma cor em comum (acaba sendo mais fácil).

Captura de Tela 2015-10-21 às 02.08.20

2. CASACO DE ONÇA: SEU MAIOR ALIADO NA HORA DE SE ARRUMAR CORRENDO 

Naquele dia em que você tá sem ideia. Naquele dia em que você acordou atrasada, tomou banho ainda de olho fechado e precisa se arrumar em 5 minutos. É pra esses dias que você tem um casaco de onça. É nesses dias que ele vai te salvar.

Basta uma calça preta, uma blusa básica e o seu casaco de onça salvador. Beijo, tá pronta.

Captura de Tela 2015-10-21 às 02.13.22

3. ACESSÓRIOS: UM TIQUINHO DE ANIMAL PRINT QUE FAZ TODA DIFERENÇA

Com certeza o jeito mais fácil de usar animal print e, com certeza, o jeito mais fácil (e eficaz) de dar um toque de personalidade/ousadia/criatividade no seu look (por mais básico que ele seja). Pode tentar: coloca uma calça jeans, uma camiseta branca e uma sapatilha de onça. Ou um cinto de zebra.

Captura de Tela 2015-10-21 às 02.01.01

4. MENOS PERUA, MAIS ROCK’N ROLL

Eu não sei vocês, mas, mesmo depois de usar tanto, a primeira imagem que vem na minha cabeça quando penso em animal print é a da Cruella Devil. Uma coisa bem perua e bem excêntrica (pra não dizer lokona). Mas logo em seguida eu me dou conta de que mais do que perua, animal print é super rock’n roll. Uma estampa rebeldinha e cheia de ousadia que vai super bem com tons escuros e acessórios pesados (alô looks de balada!).

Captura de Tela 2015-10-21 às 02.42.54

5. ANIMAL PRINT COM NEUTROS PARA O EFEITO CHIQUÊ TOTAL

E só pra terminar provando o quanto essa estampa é versátil, animal print pode ir do rock ao chiquê puro. E tô falando de elegância mesmo, dessas que passa longe do estereótipo perua over que mencionei aqui em cima.

Basta combinar o seu animal print com peças neutras, se for alfaiataria então. Aí fica a cara da riqueza.

Captura de Tela 2015-10-21 às 02.18.06

Vocês também tem dicas que como usar animal print? Conta pra mim aqui nos comentários e a gente bota em prática em breve por aqui! Ah! E espero que vocês tenham curtido lembrar um pouquinho dos looks antigos (e de como eu era antes dos 30 :-).