Achadões da crise: 5 dicas para economizar
9 de novembro de 2015 POR Jojo COMENTA AQUI!

Hoje é segunda e segunda é aquele dia em que eu venho aqui listar os meus achados: aquelas peças com charme de sobra e preço camarada.

Mas a verdade é que desde que cheguei aqui no Brasil que ouço todo mundo falar sobre a crise. Lógico que acompanho de lá, mas é diferente estar aqui, sentir o clima, ouvir da boca das pessoas.

E daí confesso que hoje me deu um bode de falar de comprar. Então, resolvi fazer uma lista de achadões um pouquinho diferente. Ao invés de coisas, dicas. Ao invés de gastar, economizar. E tudo sem deixar de se sentir linda e de bem com a vida. Bora?

1. SALÃO DE BELEZA É SUPÉRFLUO

Não eu não estou falando que você tem que abdicar totalmente de fazer a unha e virar o Zé do Caixão. Porém eu gostaria de atentar para um fato: salão é um troço caro. Ainda mais quando a gente pensa na frequência com que a gente vai.

Eu já fazia a minha unha por conta própria há muito tempo, porque gosto mesmo e pra mim é uma terapia. Mas sempre páro pra pensar o quanto economizei de din din ao longo desses anos todos.

Ok, você vai me dizer que não tem habilidade pra isso. E eu vou te dizer: bora tentar? Uma boa alternativa pra facilitar (além de ser super saudável) é começar a não tirar as cutículas. Aqui tem um post com 10 razões pra mudar esse hábito e outro sobre como iniciar o processo e deixar as cutículas sempre lindas e saudáveis sem medo de se cortar.

Captura de Tela 2015-11-09 às 20.09.57

Outra ideia é optar por esmaltes clarinhos. Eles são mais fáceis de aplicar, borram menos e não deixam pequenos erros tão evidentes, por isso acabam exigindo menos destreza. Aí, quando você já estiver se sentindo mais profissa, pode migrar pra tons mais escuros.

E, lógico, não precisa abdicar da manicure profissional por completo. Mas optar por usar o serviço em ocasiões especiais (ou semana sim, semana não) já vai fazer uma super diferença no orçamento.

2. VENDA O QUE NÃO USA, COMPRE DE QUEM NÃO QUER MAIS

Sim, eu vou bater nessa tecla de novo porque ela serve perfeitamente pra esse momento de crise. Faz aquela arrumação no armário, tira o que não tá tendo serventia e vende (tem até um post com sites legais pra fazer isso).

Captura de Tela 2015-09-02 às 03.58.30

Mas não pára no armário não! Aquela câmera velha que você não usa mais porque já comprou outra. Aquele som que não tem mais utilidade porque você só ouve música no computador. Aquele vaso de plantas que não combina mais com a sua casa. Tudo isso pode ganhar nova vida na casa de alguém, além de render um din din extra na sua conta bancária.

E, claro, antes de resolver comprar algo novo, dê uma pesquisadinha pra ver se não tem ninguém por aí vendendo exatamente o que você quer e por um precinho muito mais em conta. Em sites como Mercado Livre dá pra encontrar de um tudo.  O segredo é ser bem específico na busca. Por exemplo, ao invés de procurar por “refrigerador”, pesquisa antes o modelo e marca exatos que você quer (pode ir em alguma loja, olhar e anotar) e jogue o modelo certinho na busca do site. Vai facilitar muito a busca e te levar exatamente pras opções certas.

3. PRATIQUE O TROCA-TROCA DE VESTIDOS

Vestido de festa é sempre um problema. É caro, a gente usa pouco e geralmente não gosta de repetir quando a galera que vai estar na festa é a mesma. A minha alternativa pra isso é bem simples: pede emprestado da amiga. Ok, nem todas as suas amigas vão ter o mesmo corpo que você, mas vai ter pelo menos uma ou duas que veste mais ou menos a mesma coisa, né?  Assim você vai pras festas sempre diferente e sem gastar fortunas pra comprar um vestido que vai ficar parado no armário acumulando poeira. Só não pode esquecer de devolver lavadinho e bem cuidado!

4. SUBSTITUA MARCAS SEM PRECONCEITO

Já falei aqui como, nos últimos tempos, tenho tentado evitar a Sephora. Adoro a loja, adoro a experiência e o atendimento, mas ainda acho tudo muito caro (tanto aqui no Brasil quanto lá nos EUA). Por outro lado, tenho achado cada vez mais divertido passear por farmácias e encontrar produtos bons e com preços muito mais realistas.

 

A verdade é que, de uns anos pra cá, marcas como Revlon, Maybelline e L’Oreal (quem lembra desse post de sombras?) melhoraram muuuuito suas linhas de produto. Mais qualidade, variedade e super em sintonia com as tendências de beleza do momento.

Captura de Tela 2015-07-10 às 17.58.41

Fora isso, marcas nacionais como Quem Disse Berenice, Vult, Make B de O Boticário e Tracta são ótimas alternativas e bem mais baratas do que algumas opções importadas.

Lógico que você não precisa abandonar todos os seus produtos preferidos mais amados. Mas é legal tentar abrir a cabeça e pensar em quais produtos você nem liga tanto pra marca e poderia substituir por versões mais baratas.

5. SE DESAFIE A ECONOMIZAR

Não sei se vocês viram, mas a gente inaugurou uma nova categoria no menu que fica aqui em cima. Basta clicar ali em “O Desafio” para dar de cara com o primeiro ano inteirinho do blog, organizadinho do dia 01 até o dia 366.

Captura de Tela 2015-11-09 às 20.22.45

A ideia é ter um atalho rápido e fácil a todo o conteúdo do ano sem compras que originou o blog. Muita gente pedia e eu mesma sentia falta de poder voltar no tempo e lembrar das dores e delícias desse ano, especialmente porque foi um período de aprendizado enorme pra mim.

Lógico que cada um se desafia como quer e como pode e é lógico que o UASZ não é a única inspiração pra economizar que você vai encontrar por aí, mas a gente faz o que pode, né? O importante é ter sempre em mente que é possível ser feliz, ter uma vida financeira saudável e consumir de forma mais consciente.