Um tênis e dez dias de viagem
15 de julho de 2016 POR Jojo COMENTA AQUI!

Quem acompanhou a minha viagem pra Nova Iorque pelo Instagram @mourajo ou pelo Snapchat percebeu uma coisa em comum durante os 9 dias que a gente ficou por lá. Um elemento que permaneceu firme e forte em  todos os looks que eu usei e postei: um par de tênis brancos.

Há mais ou menos um ano eu fiz um post aqui falando um pouco sobre a minha resistência à moda dos tênis brancos. Na época, eu andava bem de saco cheio de ver tênis brancos em tudo quanto era look. Não tinha um site de streetstyle que você entrasse e não desse de cara com um bendito tênis branco.

Um ano se passou e eu humildemente confesso que mudei de opinião. Tudo começou quando apareceu essa viagem de NY. Dez dias na Big Apple seguidos de duas semanas trabalhando no Brasil. O problema: não dava pra levar muita mala. O vôo de São Francisco pra NY é doméstico e cada mala que você despacha custa dindin. A meta? Levar uma mala só. E o que mais ocupa espaço dentro de mala? Sim! Sapatos!

Eu precisava de sapatos que combinassem com tudo e fossem confortáveis pra andar pra cima e pra baixo pelas ruas de NY. Escolhi a paleta de cores, separei as roupas, tudo combinadinho pra render o máximo de looks. Mas não encontrava nenhum sapato que preenchesse todos os pré-requisitos.

Eis que, um belo dia, fuçando por essa internet, dei de cara com um par de Adidas branquinhos e uma luz se acendeu. Os bichinhos combinam com todas as cores. Perfeitos para looks mais casuais, eles também adicionam um toque esportivo em looks mais chiques que deixam tudo com uma cara muito mais moderninha.

Antes de comprar, dei uma bela pesquisada pra saber exatamente qual modelo que eu queria. E vou te contar… êta tarefinha difícil. A moda dos tênis brancos pegou tanto que hoje é possível encontrar vários modelos diferentes de praticamente todas as marcas.

Aqui vão alguns que eu curti muito:

Tênis2

À esquerda, modelo com estrelinha prateada da Asos

À direita, modelo todo branquinho da Asics

Tênis3

À esquerda, modelo todo branco da Reebok (amei demais esse)

À direita, branquinho da Adidas

Acabei optando por esse último, o Superstar branquinho da Adidas. E lá fui eu viajar. Eu confesso, até taquei lá na mala mais um par de rasteirinhas pra um dia muito quente e um par de escarpins pro caso de ter alguma ocasião que pedisse um chiquê maior. Mas, olha, nem precisava. Os bichinhos nem viram a luz do dia. Foram 10 dias em Nova Iorque todinhos de tênis branco.

Tênis

Os looks mudavam e lá continuavam eles, firmes e fortes.

Tênis1

Resultado: já estou convencida de que esse parzinho foi a minha melhor compra de 2015 até agora. E tem coisa melhor do que a sensação de ter comprado uma coisa que você realmente vai usar demais?

No fim das contas, ficou o aprendizado de nunca dizer nunca a uma tendência. Às vezes há de se reconhecer que ela vem pra ficar e pode sim ser muito útil.