A efervescente economia de moda local da África do Sul
16 de novembro de 2016 POR Julia Franco COMENTA AQUI!

Uma das surpresas que tive quando cheguei por aqui foi ver o apoio e orgulho das pessoas pelos produtos feitos nacionalmente. Não que toda a matéria prima seja daqui, mas esse orgulho de saber que aqui foi pensado, criado e produzido por gente aqui da terra do Mandela. O que já é um ótimo começo, né?

Prova dessa preocupação com o produto nacional é a campanha “Proudly South African”. O projeto oferece um selo pra ser impresso nas etiquetas e embalagens de produtores locais pra deixar claro de onde veio o produto. E o mais legal é que, com a grande procura e incentivo, muitas lojas e feiras/mercados locais (aqui tem muitos e eles são enormes e super bacanas) tem mais condição de crescer e prosperar.

Resolvi então dedicar esse post a esse tema e compartilhar com vocês algumas das minhas lojas e mercados preferidos em Johannesburgo, Cidade do Cabo e Durban. Tudo produzido localmente com muita criatividade e amor. Vamos lá?

Cidade do Cabo

O “The Watershed” é um espaço com mais de 150 stands de roupas, tecidos e decoração, cada uma com seu espaço. Além dessa variedade toda, o lugar ainda conta com um monte de restaurantes e uma bela vista.  O lugar fica aberto das 9h às 21h, mas recomendo ir à tarde pra aproveitar o pôr do sol no deck.

watershed

A Mungo & Jemima fica em uma das principais ruas de comércio da Cidade do Cabo, a Long Street. A loja é pequenininha, mas super charmosa e conta com coleções bem bacanas de designers locais. Vale a visita.

mungo-jemima2

O “The Old Biscuit Mill” é um mercado que rola todo sábado em uma antiga fábrica. Sempre que eu resolvo dar um pulo por lá, fico com a sensação de que a cidade toda teve a mesma ideia, seja pra fazer feira ou pra comprar um vestido novo. Então, a minha dica é: chegue cedo (ele fica aberto até as 14h) pra não dar de cara com filas gigantes.

biscuit-mill

Durban

O mercado “I heart Market” acontece todo primeiro sábado do mês em frente a uma das maiores construções de Durban, o estádio de futebol construído para a Copa do Mundo de 2010. Lá você vai encontrar móveis vintage, roupas de marcas locais e muitos petiscos. Vale chegar cedinho pra não pegar expositores com a plaquinha de “esgotado”.

i-heart-market

“The Space” é uma pequena rede de lojas especializada em roupas femininas. Aqui em Durban, ela fica no maior shopping do País e nem por isso perde seu charme. Cada designer tem sua arara, o que ajuda bastante a gente a não se perder no meio da quantidade de opções.

the-space1

Johannesburgo

O “Market on Main“, aos domingos, é muito parecido com o “The Biscuit Mill”, lá da Cidade do Cabo. Mas a versão de Johannesburgo carrega um pouquinho mais da veia artística africana. A presença permanente no prédio de uma galeria de arte, o acervo de mais de 40 anos de fotografias da organização Bailey’s African History Archives e o Jozi Art Lab, que é um centro de colaboração de artistas, faz com que a visita ao mercado local vá muito além das compras.

market-on-main

Work Shop New Town” é um projeto super bacana, dentro de um shopping, que junta muitos dos melhores designers locais embaixo de um só teto (lembram que já falamos dos tricôs incríveis do Maxhosa nesse post aqui? Pois eles têm um espaço lá também). Com carinha de galpão, os espaços são separados por marca e, apesar de não ser grande, dá pra passar horas lá experimentando tudo.

work-shop-new-town

Bom, agora o difícil vai ser escolher o que volta na mala.

Se você já veio aqui pra África do Sul e conhece outras lojas incríveis, não deixa de compartilhar as suas dicas aqui com a gente nos comentários.

E, só pra finalizar, fica aqui o meu recadinho: não importa onde você more, vale muito a pena valorizar a produção local. Faz bem pra economia, pra pessoas e pra gente!