8 dicas de Canggu, a nossa primeira parada na Indonésia
5 de julho de 2018 POR Jojo COMENTA AQUI!

Quem me acompanha lá no Insta viu que no inicinho do mês a gente embarcou numa aventura incrível lá pro outro lado do mundo, mais precisamente pra Indonésia.

Agora, de volta a Londres, cá estou eu pra compartilhar em mais detalhes as duas semanas que passamos nesse país incrível.

Depois de dois dias super curtos visitando amigos em Singapura – aliás, vocês querem um post sobre Singa? Se você curte a ideia deixa o seu comentário aí embaixo –  seguimos pro nosso primeiro destino oficial na Indonésia: Canggu (que se pronuncial Tcham – tipo É o Tcham – Gu. Repitam comigo, amiguinhos: Tcham-Gu), uma vila no sul de Bali, muito menos turística do que as outras praias do sul da ilha, mas bem conhecida pela galera do surf.

Apesar de eu nunca ter subido numa prancha de surf na vida, Canggu foi uma surpresa deliciosa. A praia não é a mais linda de Bali, mas a cidade é super bem localizada, perto de um monte de atrações diferentes, perto do aeroporto e beeeeem mais tranquila do que as vizinhas Uluwatu e Seminyak. Mas o que faz Canggu brilhar mesmo é a vilazinha em si, cheia de restaurantes incríveis, lojinhas de moda praia lindas de viver e bares super animados.

Entonces, como não podia deixar de ser, cá estou eu pra compartilhar todas as dicas que me fizeram amar ter conhecido Canggu.

1. O TUGU HOTEL

Não tinha como começar essa lista de outro jeito. O Tugu foi uma das maiores surpresas dessa viagem.

A gente escolheu esse hotel basicamente pela localizacão, praticamente na praia e super perto da rua principal, onde ficam todas as lojinhas e restaurantes. Mas eis que a gente chega lá e o Tugu é simplesmente um dos hotéis mais lindos que eu já vi na vida.

O hotel, que já tem mais de 20 anos, foi o primeiro da região. A decoração é toda inspirada na cultura e na estética Balinesa, com muita madeira, esculturas de deuses hindus e muita natureza por todos os lados.

A post shared by Jojo (@mourajo) on

A piscina é um escândalo de linda, um recanto de calma e um ótimo cenário pra fotos bem lindas e ainda dá pra pedir pra tomar café da manhã por lá e já curtir o calor da manhã antes de sair pra passear.

O restaurante do hotel tem um terraço de frente pro mar e é provavelmente um dos melhores lugares de Canggu pra ver o pôr do sol enquanto se toma um dos drinks muito maravilhosos do cardápio.

E aí tinha o nosso quarto. Juro que não consegui acreditar quando dei de cara com o quarto que deram pra gente, com direito a uma piscina privativa e um banheiro ao ar livre como manda a tradição lá em Bali.

A post shared by Jojo (@mourajo) on

Como se não bastasse toda essa lindeza e mordomia, o pessoal do hotel era fofo demais. Atenciosos, carinhosos, sorridentes, fizeram os nossos três dias em Canggu serem absolutamente perfeitos.

2. A MERMAIDS BALI

A rua principal de Canggu é uma delícia, cheia de lojinhas charmosérrimas com moda praia de primeiríssima qualidade. Mas nenhuma me deixou tão feliz quanto a Mermaids Bali.

Eu passei os meses que antecederam a viagem procurando desesperadamente por um maiô novo, sem sucesso. Londres realmente provou que não é o melhor lugar pra beachwear e eu tive que me contentar em levar o meu maiô velho pra Bali.

Eis que a gente chega lá e eu dou de cara com a Mermaid’s, uma marca de maiôs muito da maravilhosa. Entrei e me apaixonei. Quinze minutos depois, saí da loja com dois maiôs novos, um verde militar e outro cobre, ambos muito musos. Olha o bronze aqui que coisa linda.

A post shared by Jojo (@mourajo) on

3. A AULA DE SURF NA PRAIA

A praia que fica logo ali na vila de Canggu não é das mais lindas, mas, diz o povo do surf, que é super boa tanto pra quem é profissional como pra quem quer tá começando ou querendo começar. Tanto que várias escolas de surf oferecem aulas ali mesmo.

A gente queria muito fazer umas aulas, mas acabou não dando tempo porque a gente já tinha muito compromisso agendado e não conseguimos acordar cedão pra conseguir encaixar as aulas antes da programação. Mesmo assim achei que valia a pena contar aqui pra quem tiver querendo ir já arrumar um tempinho pra fazer.

4. O FISHBONE

Eu falei lá em cima que a Canggu é cheia de restaurantes fofos e deliciosos. Entre eles o balinês Warung Dandelion e o The Loft, um café/resto com DNA brasileiro que serve um açaí delicinha.

Mas de todos eles, o meu preferido tem que ser o Fishbone, um restaurante / bar super charmoso que ficava bem pertinho do nosso hotel.

Se você só tiver uma noite em Canggu, pode ir jantar lá que eu garanto. Comida deliciosa e drinks espetaculares, especificamente os tacos de peixe e o mojito. Pode me agradecer depois.

5. O PÔR DO SOL

Foi em Canggu que a gente viu alguns dos mais lindos pores do sol da viagem (eita que eu tive até que googar o plural de pôr do sol pra mandar essa aqui). Sabe aqueles em que o horizonte fica todo laranja e o resto do céu se pinta de um degradé de rosa?

Não é a toa que Canggu não tem apenas um, mas alguns lugares incríveis pra assistir a esse fenômeno diário da natureza. E como eu adoro uma lista, bora lista-los?

  • TERRAÇO DO TUGU HOTEL: já falei dele aí em cima, mas vale reforçar. Drinks muito ótimos com uma vista privilegiada do horizonte de Canggu.

A post shared by Jojo (@mourajo) on

  • THE LAWN CANGGU: um restaurante com piscina bem na beira da praia que vale a visita. Mas o ponto pra ver o pôr do sol é a varanda do segundo andar. Só tem que chegar cedo pra pegar uma mesinha bem posicionada.
  • ECHO BEACH CLUB: um conjuntinho gastronômico bem na praia, com vários restaurantinhos que oferecem frutos do mar frescos na grelha e um deck muito maravilhoso pra ver o pôr do sol.

6. O TANAH LOT

Um dos templos mais famosos de Bali, o Tanah Lot fica a 10km de Canggu. O templo, localizado em cima de uma formação rochosa bem no meio da praia é um dos cartões postais da ilha e considerado local sagrado pelos hindus.

A post shared by Jojo (@mourajo) on

Vale muito a pena tentar visitor, especialmente em horários alternativos, antes ou depois dos ônibus turísticos aparecerem por lá. Eu aconselho ir de manhã cedinho pra ficar com o lugar todo só pra você.

7. OS ARROZAIS POR TODOS OS LADOS

As plantações de arroz de Bali estão por todos os lados. Cada terreno onde não há construção, não importa quão pequeno seja, vira fonte de subsistência para uma família.

O mais legal é que isso quer dizer que você tá lá andando por uma ruazinha na vila e dá de cara com um arrozal lindo. O difícil é não querer parar pra tirar foto em cada um deles.

8. AS MASSAGENS

Eu adooooooro uma massagenzinha. Só não faço toda semana em Londres porque é caro pra caramba. Mas aí você chega lá em Bali e dá de cara com um lugarzinho atrás do outro oferecendo massagens por um precinho muito camarada.

Resultado: todo dia a gente parava pra fazer massagem em um lugar diferente. O legal é que dá pra você curtir uma massagem rapidinha nos pés, ou uma mais demorada no corpo todo. Depende do mood do dia!

É isso, minha gente! Canggu é delicinha. Se você já foi e tem mais dicas, conta aqui pra mim nos comentários. E em breve tem mais posts da viagem com a nossa passagem por Ubud e os nossos dias em Komodo.

Tags: